VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

A Boa Vontade do Gari

clip_image002 Crônica

A boa vontade do gari - Cuidemos do nosso lixo.

Uma vida difícil tem o gari. Levanta antes que o mundo comece a produzir o lixo que ele recolhe. As corridas curtas atrás do caminhão, as caminhadas longas pelas ruas juntando papéis e objetos que caem inadvertidamente dos bolsos, bolsas, pastas, e até mesmo os bicos de mamadeiras jogados fora pelos bebês sem que as suas mães vejam.

A hora do almoço vê-o sentado em qualquer canto com a sua marmita, às vezes embaixo de uma árvore para se proteger do sol e às vezes embaixo de uma marquise para se proteger da chuva.

Se você precisa saber onde fica essa ou aquela rua e como se chega lá, pergunte a ele. Se ele souber, ele te diz, satisfeito e com certo orgulho de conhecer a sua área de trabalho como ninguém mais conhece.

Eu já precisei de uma papelaria, de um telefone público, de uma loja de livros usados e tive a sorte de encontrar garis no meu caminho. Encontrei todos os lugares e serviços que procurei. Todos foram solícitos.

Com um deles até conversei, era hora de almoço e eu estava atrasada para chegar a minha casa. Estava tomando um copo de água comprada na papelaria. Contei a ele que era a minha vez de apressar o passo. Ele me disse que à hora do almoço era a sua hora de descansar o corpo. Depois do almoço ele retornaria a caminhada, mas era preciso se esticar para não ficar com dores à noite. Pediu-me que terminasse o copo de água e jogasse no carrinho de lixo dele. Era um copo a menos para ele catar. Não tinha lixeira naquela rua. Uns cinco minutos de boa conversa.

_Meu filho estuda. Eu não pude. O meu filho vai ser alguém com mais conhecimento que eu. Disse ele sorrindo.

Vim para casa com a sensação de que a alegria e o bem estar vêm de dentro da pessoa. Ele me trouxe um alento, uma esperança e, acima de tudo, muito cuidado ao jogar o lixo.

Nenhum comentário: