Rio de Janeiro

Rio de Janeiro

http://frasesemcompromisso.blogs.sapo.pt/

O blog da Nina, menina que lia quadrinhos.

domingo, 17 de junho de 2018

Floreio

Floreio


Longe das frestas,
Surgem arestas;
Tudo é começo
Ainda sem preço.

Sem muitas festas,
Ideias modestas
Têm esse apreço;
 Direito e avesso.

Novas sestas
Possuem serestas
E seu adereço
Num som travesso.




sábado, 16 de junho de 2018

Artifício

Artifício


Inverno é exercício
De imaginação,
Avisa o solstício
Em musculação.

Em casa, o seu início,
Com forno e fogão,
E nesse artifício,
Um queijo no pão.

Mãos em lanifício
Fazem boa invenção
E nesse artifício
Não para mais não.


sexta-feira, 15 de junho de 2018

Admiração

Admiração


Entre lápis e pincéis
Estão alguns quadros pastéis,
Desbotados pelo tempo
Que não se vão com o vento.

Veem-se ainda alguns carrosséis
E nos poucos tons, corcéis
Em rodas que giram lento,
Tempo de contentamento

Visto por sobre painéis
Dos dias de fartos farnéis
À tela tênue ao momento,
Trazendo em si movimento. 

quinta-feira, 14 de junho de 2018

Sobre o Erro / Reflexão

Sobre o Erro / Reflexão

     O erro é acreditar no engano, esta é a frase que resume o que ensina a doutrina batista.
     Acredito seriamente nessa frase.
     Paro para pensar no que pode levar a tal acreditar e, penso que o desamor se dá primeiro. Desamor nesse contexto significa não ser capaz de gostar de outro ser humano.
     Nesse caso não há engano, há a certeza de que existe desamor, seja por vontade, ou seja por indiferença, ou seja por distração como desculpa.
     O desamor é o engano. Pensar que ninguém é bom, que todos têm o seu lado mau.
     Pensar dessa maneira é se pensar incapaz de ser amado (a) suficientemente. Pensar assim é dar chance ao engano.
     O ser humano é capaz de gostar do outro ser humano sinceramente.
     Para isso basta perceber que vale a pena gostar das pessoas e se sentir bem quisto por outros sem segundas intenções.
     Engano é pensar que todos os outros usam de malícia, uma mentira que percorre o mundo.
     Engano é pensar na rotina matematicamente. Volta e meia esse meu erro é corrigido e, surgem problemas que me fazem mudar a rotina e valorizar mais as pessoas. Eu também preciso dos outros, eu também preciso dar atenção aos outros, mas com pureza na alma e com menos frieza.
     Hoje aprimorei os valores da compreensão em relação ao mundo em que vivemos; a música fica para amanhã.
     Não liguei a televisão e não ouvi música e estou feliz, essa felicidade que vem da dificuldade que me faz enxergar no outro um amigo.
     Sem distração, indiferença ou malícia.
     
       

quarta-feira, 13 de junho de 2018

Sintonia, Sincronia e Deus


Sintonia, Sincronia e Deus

     Imagine-se uma emissora de rádio. Para sintonizar uma emissora de rádio é preciso localizar os números da estação.
     A escolha de uma estação de rádio depende do seu humor para músicas e notícias e mesmo entre as notícias é possível escolher a emissora ou escolher a hora em que se sabe que determinadas emissoras divulgam as notícias diárias dependendo do tempo disponível para tal lazer.
     Às vezes liga-se o rádio e começa a tocar uma música que agrada e, outras vezes, exatamente o contrário e você muda de estação para procurar algo aceitável naquele dia. A isso se chama de sincronia.
     Deus está nessas escolhas, porque a maioria de nós possui um nível de espiritualidade capaz de buscar o bem e, temos então sintonia, sincronia e Deus.
     A sincronia e esse bem chamado Deus independem da sintonia, ou seja independe de se estar dentro de uma igreja - edifício.
     A sensação de sincronia com Deus pode se dar em qualquer lugar e horário, independente da religiosidade formada pela teologia, mas pelo bem imaterial presente na sua alma num determinado momento e, principalmente, à qualquer momento de forma inesperada.
     A sintonia com o bem e a prática automática do bem não incluem necessariamente a presença de Deus, pois pode ser uma atitude humana obrigatória como esperar o semáforo abrir para atravessar na faixa de pedestres.
     A sintonia e Deus volta e meia criam a sincronicidade dos fatos.
     Com o intuito de exemplificar, prefere-se a metáfora. Como metáfora pode exemplificar como um dia em que a mangueira da máquina de lavar louças se parte e gera um vazamento sobre a pia e a água quente que vaza quebra um xícara de cafezinho que estava para ser lavada dentro da pia num dia de geada e o contraste térmico parte a porcelana, cujos cacos entram no ralo da pia e, de uma vez só você tem que chamar o técnico da máquina de lavar louças e o encanador para desentupir o ralo, perdendo a saída para uma confraternização entre amigos.
     Você não pode sair e, depois fica sabendo que houve um assalto ao lado do local da confraternização, que a polícia veio e teve tiroteio e pegaram os assaltantes e, que sendo assim, a festa foi interrompida e meio à muita confusão.
     Aquele dia você não entende até hoje, mas se você fosse, você não tem a menor ideia de como seria e nem como você reagiria numa situação de estresse.
     Quando acontecem tais coisas, muitas vezes se diz que Deus interferiu.
     Existem sincronias que não têm explicação definida, simplesmente acontecem independentemente da sua vontade.
     Essas são as manifestações do inexplicado.
     A sintonia e a sincronia nem sempre se traduzem em acontecimentos bons. Você acorda cedo e vai até uma igreja e volta com preguiça de caprichar no almoço. Logo a preguiça, um mal conhecido da humanidade. 
     A sincronia e Deus, ou seja essa disposição boa para o dia a dia, geram a sintonia. Essa sensação de sintonia se traduz naqueles dias em que se vê todos os outros como irmãos, como pessoas voltadas ao bem e, nesse dia tudo acontece conforme o planejado de maneira intuitiva, nada cronometrado ou agendado.
     De maneira alguma se pode negar que tais fatos existam.
     Porém, quando tudo acontece ao tempo em sintonia, sincronia e voltado ao bem, não tente explicar, ou se vive tal coincidência ou não se pode crer.
     Tentatei usar metáforas. 
     A xícara de cafezinho quebrou e busca-se uma num supermercado, encontra-se uma amiga que há muito não se via, as ideias se renovam, uma moça que trabalha com degustação as convida para experimentar macarrão feito de pupunha com molho de tomate. Palmito em forma de macarrão? Sim, existe. Depois uma fatia de pão com requeijão acompanhado de um cafezinho. Gasta-se uma hora de supermercado entre conversa agradável e degustações. Por sorte as amigas tinham esse tempo livre para as compras.
     Nesse dia tudo dá certo, embora não fosse planejado.
     Agora suponha todos os fatos em ordem consequente.
     A busca pela rotina se faz necessária.
     Mas houve sintonia, sincronia e Deus.
     Entender é que é para muito tempo. Se é que será possível tal entendimento. No entanto, é possível e é interessante observar isto.
     Embora esse seja um texto inconclusivo, traz esperança a quem pensa que nada é capaz de surpreender, pois a vida é cheia dessas surpresas que dão ânimo ao espírito. Pronto.  
     

terça-feira, 12 de junho de 2018

A Velocidade da Tecnologia / Comentário



A Velocidade da Tecnologia / Comentário

     De novo a tecnologia. Devo dizer que eu não entendo dessas conexões todas a que estamos sujeitos no dia a dia.
     Comparar vantagens e desvantagens entre aparelhos de televisão é, para mim, algo inútil. O que eu quero mesmo é conseguir meia hora para assistir a televisão.
     Devo explicar que deixo os controles da televisão na minha cadeira, ou poltrona, como preferir o leitor.
     Quando eu consigo essa tal de meia hora para assistir televisão, pode acontecer que me sente em cima de um controle remoto. Literalmente, é preciso reiniciar, abrir o menu e recomeçar toda a programação.
     Da primeira vez que isso aconteceu, eu demorei uma hora e meia para entender para que serviam os botões do controle remoto. Da segunda vez, cinquenta minutos, mas agora eu já sei reiniciar a televisão.
     O avanço tecnológico é bom, mas lidar com as funcionalidades de menu, legenda e dublagem  é algo que me incomoda. Existem filmes onde a legenda pode ser interessante mesmo para quem tem algum conhecimento de língua estrangeira, outros filmes merecem ser vistos como auxiliares de aprendizagem e, outros ainda, principalmente os musicais, devem ser assistidos sem legenda ou dublagem, porque há o risco de perder alguma cena interessante em consequência de legendas ou dublagens, cujo conteúdo é de múltiplas informações musicais.
     Para os mais jovens lidar com tantos apetrechos tecnológicos simultaneamente, provavelmente seja mais fácil.
     Por outro lado, alguns jovens não se preocupam com os custos e nem consideram investimentos a televisão e a internet, para eles é algo normal, mas para os jovens a mais tempo, significa assumir um custo com benefícios ou não.
     O caso se remete à uma televisão antiga, fabricada antes da era digital, mas com bom funcionamento.
     Pesquisei o conversor digital e constatei vários modelos, com antena interna ou externa, com preço variáveis. Para adquirir um conversor digital é preciso perguntar a quem tem e saber se estão satisfeitos com o conversor.
     Inventaram a tv pré-paga e recarregável através de antena e operadoras próprias. Uma série de perguntas surgiram no mesmo instante, como por exemplo se a antena é externa ou interna ou se quem adquire tem que pagar para assistir aos canais abertos.
     Vou escrever horas sem fio e não chegarei à nenhuma conclusão antes de me informar sobre o conversor digital e sobre as condições do pré-carregamento com canais fechados a tal da televisão pré-paga.
     Direcionei a internet para outra operadora de televisão paga e internet. Descobri que eles inventaram um modem para internet que possibilita um segunda rede de wi-fi para quem usa internet pela cidade. Basta entrar na rede com login e senha que a sua internet particular pode ser usada pela cidade inteira.
     Preciso me atualizar sobre a questão tecnológica novamente, pois a nenhuma das indagações consegui resposta que fosse suficiente.
     Ao invés de esclarecer o assunto, o que eu consegui foi aumentar o número de perguntas a respeito de televisão e internet.
     Essa questão ficará parada até que eu consiga alguns esclarecimentos.
     Além do mais, se eu escolhesse o conversor digital, seriam necessários cabos para conectar junto à televisão, conforme modelo e ano de fabricação.
     Pensei bem, parei com a pesquisa e fiz o texto do dia. Melhor para mim.
     A velocidade das inovações tecnológicas e o aproveitamento das tecnologias antigas é uma questão interessante como é o caso de uma televisão antiga e as novas possibilidades e o wi-fi que vai passear com o proprietário.
     O difícil é decidir. É preciso refletir e estudar a questão, mas é preciso tempo para isso, e assim a televisão é ligada apenas para se saber se ainda liga.
     Texto para a filosofia.   

segunda-feira, 11 de junho de 2018

Emocional

Emocional


São as emoções
As mudanças,
As andanças,
As porções

De serões
Em lembranças;
Sermos crianças
Em canções

De milhões
Em festanças.
Esperanças
Com balões.