Rio de Janeiro

Rio de Janeiro

http://frasesemcompromisso.blogs.sapo.pt/

O blog da Nina, menina que lia quadrinhos.

quarta-feira, 31 de julho de 2019

Imprecisão

Imprecisão


Qualquer motivo;
Ser  improviso
Só por querer,
O que há de ser

Um meio impreciso
Ao que humanizo
Até tanger
Outro rever,

Num outro viso,
Mas tão preciso
A se envolver
P'ra reviver.


terça-feira, 30 de julho de 2019

Permanente

Permanente


Não se sabe exatamente,
Se feliz, ou descontente,
Uma verdade aparece,
Mas dela ninguém esquece,

Exibida e não frequente,
Mas nunca da vida ausente,
Ela diz a que se tece,
Quando pensa e se enobrece.

E, se brilha, é simplesmente,
Para que dela consciente,
Seja prosa que acontece,
Porque ela é o que permanece.

segunda-feira, 29 de julho de 2019

A Graça Vem do Espírito / Crônica de Supermercado

A Graça Vem do Espírito / Crônica de Supermercado


     A graça do dia a dia vem do Espírito, fonte inesgotável de tal recurso.
     Todas as alegrias passíveis de compra acabam, sejam doces ou produtos novos, televisões e todas essas coisas que temos, e nem percebemos que tanto quisemos a alguns anos atrás.
     A graça que não passa é a do Espírito. Nesse ínterim joguei fora uma propaganda religiosa da qual não gostei.
     Para variar a lista de compras e o supermercado.
     Os garotos do supermercado, bem dispostos, e comentando do dia a dia, o deles obviamente.
     Um vira-se ao outro:
     _Sabe qual que é o nosso problema?
     O outro respondeu com uma pergunta, meio que surpreso por ter um problema que não sabia que tinha, ou se tinha, não sabia que o colega sabia:
     _Qual?
     O garoto, senhor de si, respondeu:
     _O nosso problema é que somos sérios. Se, a gente fosse daquele tipo que extorque dinheiro dos outros, a gente estava bem.
     O outro, espantado, exclamou:
     _É?!
     O garoto, senhor de si, respondeu:
     _É.
     O outro respondeu:
     _Mas ocorre que a gente não tem vocação para extorquir nada de ninguém. A gente, por enquanto, só tem vocação para a vassoura e juntar os carrinhos que deixam soltos.
     O garoto, concluiu:
     _É. O nosso destino está traçado. Sem vocação ou jeito para extorquir, vamos ficar nessa nossa vida por algum tempo.
     Saíram os dois com vassouras e carrinhos pelo pátio.
     Pensei na propaganda jogada fora.
     Pensei que a graça vem do Espírito.
     Vim para casa feliz.
      

domingo, 28 de julho de 2019

Bom Ânimo

Bom Ânimo


Essa palavra certa
 É a que, quando desperta,
Dita, enseja ao bom dia,
Sincera a todo dia,

Mesmo à chuva, meio incerta,
Porque a vontade é alerta,
E vai em busca de um dia
Para que o bem sorria.

Boa vontade é oferta
E o caminho a disserta;
Ao ânimo não se adia
Ao que ele contagia.

sábado, 27 de julho de 2019

Autoajuda

Autoajuda


Um motivo
Do agora,
É o resquício
 Desta hora,

Adjetivo
Que assenhora,
Sendo esquivo
Ao que aflora;

O artifício
Que colora
O exercício
Revigora.






sexta-feira, 26 de julho de 2019

Azaleias em Flor

Azaleias em Flor


Dos pensadores
De boas ideias,
São os pescadores
Dessas aldeias

Encantadores
A essas plateias,
E portadores
De suas areias,

Despertadores
Das azaleias
De olor em cores;
Mostra de estreias.


quinta-feira, 25 de julho de 2019

Assim, Assim


Assim, Assim


Pano para essas mangas,
Permitida as miçangas
Com muito charme ao lenço,
E mesmo assim convenço,

Que, à praia, usam-se cangas,
Vaidade ou bugingangas.
É o tempo um vento denso,
Mas o espírito é intenso

À essa paz que é sem zangas,
Manias que são mugangas
 D'alma afeita ao que é imenso,
Mas também ao propenso.



quarta-feira, 24 de julho de 2019

Lentes

Lentes


Dispersamente,
Ideia e canção,
Timidamente,
Voam nesse chão

Rapidamente.
Folhas à mão,
A alma contente
Sem ter razão.

Fugidiamente
Se faz versão,
Numa outra lente,
Diz que é verão.

terça-feira, 23 de julho de 2019

Aperfeiçoamento

Aperfeiçoamento


Esforço do tempo
Em seu contratempo,
Também harmonioso,


No seu próprio tempo,
De fixo andamento,
Também laborioso.


Aperfeiçoamento


Que é visto curioso.

segunda-feira, 22 de julho de 2019

Coerência

Coerência

Consciente,
Presente
Coerência

Que sente,
Prudente,
A essência

Tangente,

A fluência.


domingo, 21 de julho de 2019

Desenvolvimento Pessoal

Desenvolvimento Pessoal


O desenvolvimento
Físico e espiritual,
Tange à vida em seu igual
Em todo espaço e tempo,

Esse encaminhamento
Não é em si antinatural
Nem sobrenatural,
Mas parte do argumento

Do bom esforço lento
Junto ao convencional
Saber, que é cultural;
Luz do conhecimento.

sábado, 20 de julho de 2019

Ponto Invisível

Ponto Invisível


Procuro uma janela,
Bem à hora de escrever,
Que inspire e deixe bela
Ao que há de espairecer,

Bordado de entretela,
O que se há de fazer
Se retrata uma tela
Que não há de acontecer.

Hora calma e singela
De um sossego a se ter,
É a rara bagatela
Bordada sem se ver.

sexta-feira, 19 de julho de 2019

Tarde Espreguiçadeira

Tarde Espreguiçadeira



Livros de cabeceira,
E John Denver ouvir
A casa, e a vida inteira
Ter música a seguir.

A tarde é alvissareira
Quando está a prosseguir,
E seja o que Deus queira
Nesse melhor devir.


Tarde espreguiçadeira
Que vem por sobre o vir
Da manhã costumeira;
Deixe-a ser sem influir. 

quinta-feira, 18 de julho de 2019

Incessante

Incessante


A verdade interessa
Porque não pode ser
Outra que não se meça;
Descabido é não a ver,

Cumprida está a promessa
Decorada a se ler
Do Espírito em remessa
Ao interior que há no ser.

Desnecessária é a pressa,
Basta sentir e obter,
Que sentindo, não cessa,
Presente está a viver.

quarta-feira, 17 de julho de 2019

Antes da Chuva

Antes da Chuva


Casaco,
Abraço
Do tempo.

Um passo,
Terraço
Do vento.

Espaço

Cinzento.

terça-feira, 16 de julho de 2019

Gostar so Outro Como O Outro É / Reflexão

Gostar Do Outro Como O Outro É / Reflexão

     Gostar das pessoas é gostar delas como são. Se tiver que ajeitar isso ou aquilo é melhor ser incompatível.
     Gostar de gente não significa ser compatível com todos os outros, é aceitar-se com defeitos, inclusive o da incompatibilidade de gênio, fato sobre o qual muitas conversas foram necessárias para que eu entendesse que é melhor estar próximo a alguma afinidade.
     Áreas cegas existem e, algumas vezes vemos compatibilidades onde não existem e vice-versa.
     Mas o meu blog busca fazer o leitor feliz, embora, às vezes, simplesmente não consiga.
     Um ponto de vista meu é não compartilhar responsabilidade, mas tem gente que lida bem com isso. Mas, quando se compartilha uma responsabilidade, é preciso delegar poder de mando ao outro no que tange à necessária exigência da responsabilidade. Por exemplo, se eu delego a responsabilidade de ir ao supermercado, eu posso conferir a liste de produtos, mas não posso exigir que o outro comece a compra por um determinado produto. Dentro do supermercado, e desde que a lista de compras seja efetuada, a cada um o seu começo e término da tarefa.
     Gostar dos outros significa aceitar que o outro vá ao supermercado como quiser realizar essa tarefa.
     Aceitar-se é saber que algum produto do supermercado é ligeiramente mais caro e gastar um troco a mais na hora de escolher o café.
     A aceitação do outro pela gente é mostrada nessa hora, sem críticas ao café ligeiramente mais caro. Quanto ao café mais barato do supermercado, o meu preferido é o extra-forte.
     Ah, café mancha os dentes. Eu sei, mas há quem não saiba.
     Todos os detalhes importam em compartilhar responsabilidades e assumir as consequências.
     Se café, caro ou barato, mancha os dentes, e eu tomo cafezinhos durante o dia, eu tenho que assumir o problema de tirar a mancha dos dentes.
     Gostar dos outros é possível através da autenticidade das pessoas.
     Existem pessoas que fazem a gente pensar sobre a existência, sobre as dificuldades humanas, tanto pelo lado positivo quanto o negativo, o que é importante para evitar as incompatibilidades.
     Tenho dois exemplos recentes, com os quais me diverti um pouco.
     Estava frio, eu tinha hora e vesti um casaco estilo envelope por cima de um par de calças ajustadas.
     Ouvi o preconceito no seu pior estilo:
     _Velha gorda!
     Que falta de respeito! O meu casaco envelope me fez ficar redonda, olha só. Até procurei um espelho, e nenhuma magia aconteceu. O casaco me deixa redonda porque me envelopa, mas é quente e, me surpreendeu de fato.
     O exemplo negativo está acima. Respeito é algo que precisa ser cultivado constantemente.
     Continuando a caminhada, atravesso a rua com pressa e dou uma corrida.
     Um jovem, com aparência displicente, vindo em direção ao semáforo, não se contém e diz:
     _Olha aqui, sua "F.P****", não corra ao atravessar a rua porque eu não quero ter que te ajudar.
     Nesses termos. Positivo.
     Diminui o passo. Eu também não quero incomodar.
     São conceitos vagos de como gostar do outro como o outro é, saber quando e como compartilhar responsabilidades, as incompatibilidades que aparecem no dia a dia, os carinhos recebidos de forma inusitada, e lidar bem com tudo isso é  que pode melhorar o dia a dia.
     Agora vou tomar um cafezinho para esquenta o dia.      

segunda-feira, 15 de julho de 2019

O Relógio e o Tempo

O Relógio e o Tempo


O tempo é esse aliado,
Chover no molhado
À espera do frio,
Janela ao vazio.

Diversificado,
Cronômetro ao lado,
Quase fugidio,
Mas afeito ao brio,

Caminha parado
Seu significado,
Mas é do feitio
Do tempo, o arredio.



domingo, 14 de julho de 2019

Vitrine com Bonecas / Crônica

Vitrine com Bonecas / Crônica


     Nessas horas percebo que tive infância. Em frente a uma vitrine, com brinquedos diversos, espaçonaves, super-heróis, e bonecas.
     Subitamente me distraio com a vitrine e lembro da infância, e das bonecas que tive.
     As bonecas da vitrine tinham algo das bonecas antigas, os olhos pintados, daqueles modelos que não fecham os olhos para dormir.
     Na minha infância, a maioria das bonecas não fechavam os olhos para dormir, eram bonecas seguras e sem pequenas peças passíveis de ingestão.
     De repente, me questionei: se eu tivesse uma neta, qual dessas bonecas eu compraria para dar de presente?
     Na vitrine havia mais de dez bonecas. Olhei uma a uma, e, de onde eu estava me decidi.
     Estava de carona, e assim que o propietário do veículo chegou, pedi para dar uma olhada mais próxima na boneca que me encantou.
     A boneca que me encantou me fez rir rir, pois ao me aproximar verifiquei que ao lado dela havia um forno microondas e "cookies" caseiros, mas não me contive ao ver logo abaixo o pente, os shampoos e condicionadores em pequenos recipientes plásticos.
     O preço? Quinhentos reais.
     Voltei ao veículo.
     _Você não vai comprar boneca nenhuma, não é?
     _Não, mesmo porque a loja está fechada.
     _Quanto custa?
     _Quinhentos reais.
     _É uma boneca grande cujo preço é um assalto à mão armada.
     _É para ver, não é para comprar.
     _Mas, e quem tem filha? Ou netas?
     Eu não havia pensado nisso. Se fosse de fato, para comprar, haveria um talvez, mas não era. Menos mal.
     De qualquer modo, há uma criança dentro de mim que gosta de fazer "cookies".
      

sábado, 13 de julho de 2019

Fim da Crônica do Cotidiano? Crônica

Fim da Crônica do Cotidiano? Crônica

     Somente serão publicadas as crônicas do cotidiano quando puderem ser culturalmente úteis.
     A mentalidade do elogio à favelização não merece crônica.
     O desprezo aos Dez Mandamentos não merece crônica, não tem jeitinho para isso, mas o povo acha que pode. Não leram o capítulo onde está escrito que, quando o povo desagrada a Deus, o que acontece.
     É de estarrecer o que ouço nas ruas, porque não há que se ter vergonha de se ter algum conhecimento.
      Cuidem dos seus jovens, das suas crianças.
     O computador oferece inúmeras opções de cultura, a cultura doódio não é cultura.
     O raciocínio distorcido, mas pelo menos dito com educação e honestidade de caráter e sentimento, foi esse:
     _Minha mão trabalhou em casa de família, eu dou mais valor ao carrinheiro catador de papel do que a qualquer pessoa com estudo. Quero que aquele que tem estudo viva um pouco a vida do carrinheiro para aprender a nos dar valor.
     Todos os outros dados ficarão subtendidos.
     Outro, no entanto, passa aflito:
     _Não consigo montar a minha empresa e tenho dinheiro, não acho gente que preste, todos querem um imposto extra da própria associação. Tenho que pagar aos colegas para montar o meu negócio.
     Outra, ainda, debochada:
     _Quem vai ao bairro A, sou eu, entendeu?
     Entendi que o bairro A não sabe com quem convive.
     Essa é uma cônica que eu gostaria de não ter escrito. 

sexta-feira, 12 de julho de 2019

Ele Voltará

Ele Voltará


Vejo um filme escolar a se recriar
Ao criar o atemporal a se versar,
Soneto este pensado sem dizer
Que o que foi visto pode renascer

Quando, ao tempo impossível, descansar
A fé no outro, reflexo de se doar
A boa misericórdia, e acontecer
O imprevisível sol, o Deus-ser.

Quando esse ensinamento se perder,
A luz ressurgirá de novo ao nada,
Para que a humanidade venha ver

Que, para Deus importa esse viver,
Que a vida com louvor é precisada,
E que para isso basta se querer. 

quinta-feira, 11 de julho de 2019

O Ideal

O Ideal

Aparta a língua do mal,
Siga a palavra e o Senhor,
Propósito sem igual
É almejar o bem,louvor

Este que tempera o sal,
E o permite ser sabor
Sem ser confundido ao areal
Que é caminhar sem propor

A si mesmo algum ideal, 
Este eu ideal é a seu favor.
Deus consente o desigual
Ao desigual por amor.

quarta-feira, 10 de julho de 2019

Metodologia

Metodologia


Será esse tanto faz
Tempo que se desfaz
Ao arguto pensamento?
Pensamento é momento,

Vai, volta, muda e faz,
Sem palavra capaz
De influenciar um evento,
Um diferenciamento,

E o silêncio traz paz,
Musicado e fugaz
Nesse espacejamento
Metódico ao argumento.


terça-feira, 9 de julho de 2019

Consideração

Consideração


A noite cai,
O sono vem,
O tempo vai
E me cai bem

O que distrai
E ser também.
Não se subtrai
A mais ninguém

Que imaginai
Nesse porém
Por onde estai;
Decorai bem.

segunda-feira, 8 de julho de 2019

Noé

Noé


Assim, diferente,
É melhor que o engano
De se fazer plano
E ser incoerente

À distinta mente;
Deus é diluviano
E faz Noé seu arcano,
Prazerosamente.

Um plano latente
Que inunda um oceano
Salvo é mano à mano;
Esse é o Deus presente.

domingo, 7 de julho de 2019

Pensamento Artificial

Pensamento Artificial


O pensamento,
Por um momento,
É bem vindo
Ao tempo findo,

Num dia friorento,
Que se fez lento,
Veio sorrindo
De azul infindo

Num passatempo,
O aquecimento,
Meio que intervindo,
Que é útil, luzindo.

sábado, 6 de julho de 2019

Lembranças/ Crônica

Lembranças/ Crônica

     Era de talento ímpar, mas irrequieto e exigente.
     Abriram-se as cortinas do Teatro Guaíra. Sentado em um banquinho, dirigiu-se à plateia:
     _Agradeço a presença de todos vocês, mas se a produção não melhorar a condição de ar condicionado, eu não canto. 
     A plateia o olhou com algum espanto, mas ele não se intimidou:
     _Não canto porque o ar frio desafina o violão e eu não começo a música num tom para ter que baixar de tom à medida em que a afinação do violão cai.
     Em seguida ouviu-se os próprios colegas de show pedirem calma Para ele.
     Ele não parava de falar:
     _Como calma? Todos os presentes vieram até aqui para me ouvirem e querem que eu desafine?
     A produção correu e atendeu aos pedidos dele para começar o show.
     Com tudo arrumado, ele começa o show com uma história:
     _Eu só tenho ódio nesta vida de uma coisa. È que me chamen de desafinado. Imaginem vocês que esse foi um problema na minha vida artística. Fui chamado de desafinado, com voz ruim e, pasmem, tive que batalhar contra esse estigma para conseguir contrato com as gravadoras.
     Parece que ele se acalmou, e com a experiência que tinha conseguiu dar início ao show, dizendo que porque o chamavam de compositor de uma nota só, começou com essa canção.
     Depois veio o Desafinado com alguma ironia: De jeito nenhum.
     O show era em parceria com a Gal Costa.
     _Que é isso menina? Parece que está tímida? Problemas devem ser resolvidos na hora em que aparecem, mesmo com as cortinas abertas.
     Ela sorriu, e com alguma timidez, disse:
     _João, você é meu mestre, João.
     E a dupla fez um show inesquecível.
     Hoje a saudade chega, mas a realidade é que é provavelmente à contragosto dele, João Gilberto.
     Um sentimento de gratidão imensa por esses momentos vividos vem à tona nesse dia.  

sexta-feira, 5 de julho de 2019

Boa Esfriada

Boa Esfriada


A invernada e a paisagem
Estão ao sabor do vento
Frio sem foto ou roupagem,
Pois sabor é alimento,

Pão quente para a friagem,
Com café e um pensamento
Que venha na bagagem
Da experiência e do tempo.

É tanta a aprendizagem
Que não para ao momento,
Que é precisa a colagem
De um saber ao talento.

quinta-feira, 4 de julho de 2019

A Complexidade das Escolhas

A Complexidade das Escolhas


Os caminhos concretos
São escolhas, livre é o arbítrio
Do que é bom aos dispersos.
Distingue o bom convívio

Daqueles que são incertos,
Busca o que traz alívio
E não os que são reversos,
Os quais formam o ambívio.

Exatos e diversos
Com o mínimo trívio,
São os que criam novos versos;
Alívio é esse multívio.




quarta-feira, 3 de julho de 2019

Esteio

Esteio

Situa-me esse silêncio
Que chamo de prudência,
Boa é a fé com inocência,
Quando se busca o Reino,

E ser boa em todo o treino,
Comedido em paciência,
Quando obtém persistência
De um saber crente, creio,

Buscando o que não é enleio,
Mas o que é a pertinência,
A verdade e a coerência,
Pois a verdade é o esteio.

terça-feira, 2 de julho de 2019

Prática

Prática


É a precisa
Caminhada
Que se avisa,


Não concisa,
Obrigada,
Que ironiza


E teoriza


À cavalgada.

segunda-feira, 1 de julho de 2019

Ideias Musicais

Ideias Musicais


Ideias,
Medeas
De mim,


Medeias
Candeias
Sem fim.


Colcheias,


São sim.