VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

terça-feira, 4 de março de 2014

Poema Nobre

Poema Nobre

 

 

Senhora Marquesa,

Resta-me agradecer

E exaltar a fineza

Que é de se enaltecer.

 

Festa à sua realeza,

Que nos deu tal prazer

Com Momo e gentileza,

De rainha ao anoitecer.

 

Sua noite com certeza,

Ficará ao amanhecer;

Nessa vila, a princesa,

Descobriu o seu querer.

 

Ps. Com esse poema, deixo os leitores à vontade. Volto depois de uma soneca.

2 comentários:

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Venho retribuir a gentileza de seguir o meu blogue, seguindo o seu, e apreciar os seus textos, que são muito bons.
Virei sempre que puder.
Beijos,
Renata

Reflexos Espelhando Espalhando Amig disse...

Yaya!
Quanta saudade daqui!
Adoro a musica postada.
Bjins
Catiaho Alc.