VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

sábado, 15 de março de 2014

Florada

Florada

clip_image002

Quando os flocos são de neve

Caem, parecem de algodão,

Mas congelam toda a sebe

Nessa fria contradição.

 

Clima mágico é o que bebe

Da água, a chuva, sem senão;

Sabe o tempo, sabe e tece;

Sobre o estanho, vê o vulcão.

 

Sabe a chuva e não se esquece,

Todo o mundo, o rio e a vazão;

Antes diz o que acontece;

Traz a chuva, não o aluvião.

3 comentários:

Célia Rangel disse...

A Natureza com seus mistérios sempre a encantar-nos!
Abraço.

Sissym Mascarenhas disse...



A natureza é tão inteligente e tambem muito sensível. Vivemos uma era de tudo ou nada. Lugares com muita chuva e alagamentos, outras tão secos. Que venha a chuva delicadamente para banhar a terra que precisa renascer.

Bjs

Cidinha disse...

Olá, amiga. Linda florida! Encantador seus versos. Desejo um bom fim de semana! Bjos.