VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

segunda-feira, 17 de março de 2014

Leitor de Supermercado / Crônica de Supermercado

Leitor de Supermercado / Crônica de Supermercado.

clip_image002

Fui ao supermercado procurar à crônica e, encontrei o leitor.

Na terceira vez em que perguntaram se estava tudo bem comigo, desconfiei, reparei em mim dos pés à cabeça e fiz uma inspeção. Eu estava bem.

_Estou bem. Por que essa preocupação?

A senhora que costuma me atender foi gentil e respondeu:

_Eu tenho visto a senhora de longe, entra, faz compras e sai.

Eu sempre agi desse jeito.

O blog contém muito mais textos do que antes. O leitor fica curioso.

Eu não sei quem lê o blog, mas descobri hoje que alguém no supermercado lê.

Que seja apenas esse leitor do supermercado aquele que me questiona, ele merece atenção. No caso a atendente.

Estou escrevendo mais, é fato. Mas está tudo bem comigo e continuo a minha rotina normal, além dos estudos novos.

Estou com um bloco de anotações ao lado e, toda a ideia que surge, eu escrevo.

Algumas são ideias que merecem ser buriladas antes de virem para o blog. Outras não, outras são feitas no computador e postadas em seguida.

Eu amo ir ao supermercado, repito o que já disse em crônicas anteriores. Dificilmente eu saio de lá com o mesmo humor que entrei.

É no supermercado que encontro a crônica, pacienciosamente à minha espera.

Um comentário:

Célia Rangel disse...

Supermercado é um celeiro de relacionamento humano. Cada um com sua necessidade de prover relaciona-se com urgências adquiridas... é a realidade da vida!
Abraço.