VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

sábado, 17 de agosto de 2013

Pintura Ingênua

Pintura Ingênua
clip_image002
Quem não conhece o pastel
Da Maricota da feira,
Muito perdeu de uva e céu;
Não saberá da goiabeira.

Feira e calor, povaréu,
Que essa travessa festeira
Ao barulhento escarcéu
Vende a gostar, brasileira.

Ao resguardado papel
Fica a merenda e a meadeira;
Ingenuidade é pincel,
Requeijão e brincadeira.

6 comentários:

Malu Silva disse...

Lindo e delicioso de se ler...
Parabéns!!! Abraços

Gosto de poemas assim, cheios de levezas...

✿ chica disse...

Lindo e leve!Adorei! beijos,chica

Célia Rangel disse...

Nisso tudo a alegria do encontro preenchendo a tela da vida!
Bjs. Célia.

Elisa T. Campos disse...


A tela é tão linda e leve.
Doce como a sua poesia.

Um bom dia para você.
bjs.

Ingrid disse...

amei..
beijo e boa semana..

PERSEVERÂNÇA disse...

Quando estamos com o coração tranquilo a mente entra em sintonia e nós produzimos poemas maravilhosos; também conseguimos conquistar as pessoas pelas nossas atitudes, harmonia e gentileza fazem de nós pessoas diferentes e atraentes.
Beijo no seu coração.
Nicinha