VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Passeador

Passeador

clip_image002

Pássaro de olhar circunspecto,

Sobre o emaranhado da cerca,

Diga-me o valor desse afeto;

Diga-me, mas antes que se perca.

 

Canta esse sonhar, indiscreto;

Sente esse querer nessa nesga

Vaga de um jardim cibernético,

Onde se calar é estranheza.

 

Pássaro calado é incompleto,

Faltam chilreios à beleza

Cálida da tarde e ao desperto

Parque na alegria que chega.

Um comentário:

luís rodrigues coelho Coelho disse...

Um momento de poesia no olhar de uma ave que busca na sua liberdade o seu sustento.
Cabe-nos a nós decifrar o ar ou o olhar circunspecto (nossos momentos ou do nosso próprio olhar).