VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

sábado, 11 de janeiro de 2014

Poema Dourado

Poema Dourado

clip_image002

Carruagem dourada,

Feita ao espelho da tarde,

Vem mostrar a verdade

Transparente e ondulada.

 

A verdade é uma fada

Que transpõe Sherazade,

Ao dizer da saudade,

A sonhar acordada.

 

A energia acumulada,

Feita em plasma se evade;

Vem à Terra e se alarde,

Sem deitar, luz clareada.

 

Ao calor é o seu nada

De magnético alarde;

Misteriosa acuidade

Visual flutuada.

5 comentários:

M D Roque disse...

Viva YaYá, eu sou a D. Já me conheces.
Gosto de literatura, poesia, fotografia, culinária,Música, Banda Desenhada...
Gosto de história e de escrever sobre tudo o que me vem à cabeça
Adorei o teu poema, é delicioso
Beijão. D


http://acontarvindodoceu.blogspot.pt

Célia Rangel disse...

Misteriosos sonhos... sempre deixam saudades...
Abraços.

XicoAlmeida disse...

Xerazade, as Mil e uma Noites e uma carruagem de sonhos dourados sob a forma de contos das mais diversas origens.
Adorei o poema!
Abraço.

La Gata Coqueta disse...



Me siento transportada a un lugar...

Donde la cordialidad y el sentimiento de la amistad hacen la presencia de sus virtudes.
Me siento rodeada de amigos que lo demuestran a diario con el corazón!!
Me siento y me he sentido, altamente emocionada al recibir cada una de las caricias afectivas el día del cumpleaños y en este momento quiero hacértelo llegar a través del silencio y la estima de las palabras…

Besos y abrazos multicolores para ti, que has hecho posible que bailara mi corazón el vals de la alegría durante todo ese día y parte del otro…

¡¡Un bonito fin de semana para ti y familia!!

Atte.
María Del Carmen




Miriam de Sales Oliveira disse...

Yayá,seus poemas são músicas que trazem a beleza do fundo da suaa.