VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Conversa Das Flores

Conversa Das Flores

clip_image002

Nem você, nem eu;

Ninguém foi, mas dizem.

A amizade se deu,

Foi raiz, foi origem.

 

Foi você e digo eu

Do querer que oprimem;

Que esse amor se leu

Nesse amor meu e seu.

 

O que o céu elegeu

Ao jardim não rimem,

Não se cria com breu

As estrelas. Cismem.

 

Ao dizer, penso eu,

Que o gostar que imprimem

Não foi meu, nem seu;

Que os jardins brilhem.

6 comentários:

IDERVAL TENÓRIO-MÉDICO disse...

Minha mestra, tenho lido os seus escritos, alguns em, prosa, outros em versos,todos reflexivos e orientadores. As vezes penso em pedir licença e publicar no meu blog. Tenho mostrado aos coLegas da SOBRAMES. Um abraço. PARafaseando as flores envio um poema ' se as borboletas falassem, ESCRITO EM 1998.

SE AS BORBOLETAS FALASSEM
Querida cabocla queriam as borboletas terem esta sutileza feminina, terem este olhar cativante, este semblante de realeza e este olhar de uma águia.
Queriam as borboletas possuírem este perfil equilibrado, este sorriso inebriante e este jeito de mulher que reina.
Queriam as borboletas voarem como voas com estas asas para o futuro, com este pensamento sempre para o bem, com esta alma de uma Deusa Mulher.
As borboletas com certeza, se falassem, se pudessem falar perguntariam:
Cabocla, querida cabocla, o que poderíamos fazer para conquistarmos tanta sutileza, tanta beleza e tanta humildade , nos ensine , nós seremos eternamente gratas.
Isto, se as Borboletas falassem.

Iderval Reginaldo Tenório.
ABRIL DE 1998

Maria Alice Cerqueira disse...

Querida amiga
Venho agradecer a sua presença lá no meu cantinho, obrigada pelo seu carinho.
Feliz 2014! Que este ano venha coberto de muita paz e amor!
Perdoe-me pelo meu silencio.
Tudo do melhor para você.
Abraço amigo!
Maria Alice

M D Roque disse...

Adorei o conto anterior e este poema é delicioso.

Olá, eu sou a D e adoro literatura, poesia e textos bem escritos. Também sou fanática por fotografia .
Muito bem escrito , o que aqui li.
Gostei bastante ! Sou já seguidora
Xi-<3 D
http://acontarvindodeceu.blogspot.pt

Célia Rangel disse...

Rosas raízes, origens de muitos bem-quereres, que ao menos espinho se esvaem...
Abraço.

Rosi Alves disse...

Oi. andei muito tempo sumida pois perdi a senha e o correio eletrônico do meu blogue. Aproveitando minhas férias retorno com esse novo blogue. Beijos
http://poesiaemflorrosialves.blogspot.com.br/

Maria disse...

Simplesmente deliciosa esta poesia...obrigada!!!
Querida amiga tenho no meu blogue a correr um desafio, Rostos da diferença, muito me honrava se participasse...será possível? Compreendo claro se o não fizer mas gostava muito!
Beijinhos
Maria