VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

domingo, 12 de janeiro de 2014

Espontânea / Crônica do Cotidiano

Espontânea / Crônica do Cotidiano

clip_image002

Finalmente refrescou, esse verão está abafado.

Vamos caminhar e observar qualquer coisa, para o curioso qualquer coisa é suficiente.

Aquele som dos pássaros, algum cachorro e a sua dona, gatos, não porque gatos não gostam de chuva, mesmo da miúda.

Estou no semáforo e aguardo a minha vez de atravessar a rua.

A senhora pedinte, com o papel plastificado nas mãos, a sua necessidade escrita e protegida da chuva, passa por três carros e pede o trocado.

Num dos carros, o que estava com as janelas fechadas e insufilm, a senhora faz gestos e pede para que a pedinte espere ela encontrar a moeda que estava por ali. Enquanto ela procura a moeda, o sinal abre e fecha.

Para que pressa no domingo? Aguardo.

A senhora achou a moeda, abriu uma fresta mínima e ofereceu a moeda à senhora pedinte.

Mais dois carros aguardam o semáforo.

Outra senhora, descontraída e com as janelas ligeiramente abertas diz que não tem moedas.

A pedinte se dirige ao carro da frente, no qual havia outra senhora.

A motorista ligou o esguicho do limpador dos para-brisas, apavorada. A pedinte tentou explicar que ela não queria nada além de uma moeda. A senhora, nervosa, deixou o esguicho ligado e a pedinte se afastou do automóvel.

A pedinte foi novamente ao carro com as janelas ligeiramente abertas.

A motorista avisou novamente que estava sem moedas.

A pedinte disse à motorista:

_Eu sou pedinte e a senhora está sem moedas, isso é normal. Mas que aquela motorista que ligou o esguicho é louca, ah! Isso é.

Valeu a caminhada!

5 comentários:

Maria disse...

Cenas do dia a dia ...mas apenas para quem está atento...gosto muito!
Bjs
Maria

Jossara Bes disse...

Oi Yayá!
"Crônica do Cotidiano"!
Aos olhos que captam os detalhes, uma bela crônica!
Tenha uma feliz semana!
Beijos!

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida

Quando se olha com atenção...vemos tudo.
Deixo um beijinho e votos de um Feliz 2014, cheio de amor e paz.

Sonhadora

Antonio Pereira Apon disse...

Olá, Yayá.

A loucura assustada e assustadora, assombrando o cotidiano, superlativando o medo de muitos.

Um abração.

IDERVAL TENÓRIO-MÉDICO disse...

A TERRA AGRADECE A DEVOLUÇÃO DE SUA ÁGUA


Toc toc toc toc toc toc toc... pinga solenemente a torneira da cozinha como um relógio, sessenta gotas por minutos, três mil e seiscentas por hora, oitenta e seis mil e quatrocentas por dia, dois milhões quinhentas e noventa e duas mil por mês , trinta e hum milhões e cento e quatro mil gotas por ano, se cada ml de água equivale a 20 gotas e cada litro equivale a mil ml, perde-se por dia 4 litros , num mês 120 litros e em um ano 1440 litros do precioso liquido da vida, se numa casa existirem três pontos de vazamentos, serão 5 mil litros d água perdidos pelo ralo , muitas noites de sono perdidas devido o toc toc, estresse e queda de rendimento e a aproximação de doenças devido a falta do merecido descanso encefálico. Isso não faz falta, a terra agradece sorridente a devolução desta seiva que é a razão da sua existência, principalmente limpa. A Terra agradece.

Esta água mataria a sua sede por 2.500 dias. Pense nisso.


Iderval Reginaldo Tenório