VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

sábado, 4 de janeiro de 2014

Final de Festa / Crônica de Supermercado

Final de Festa / Crônica de Supermercado
clip_image002
Querendo ou não, fui buscar os pães, peguei fila, e não gostei do que ouvi.
Parece ainda ressaca, mas não; dessa vez a realidade estava ali, contada por um casal de namorados uma dezena de pessoas à minha frente na fila.
O garoto disse para a namorada:
_Sabe quem é aquele homem que está no caixa número x?
Ela disse que não e ele contou sobre o homem, não somente para a namorada, mas para toda a fila.
_Aquele homem exerce uma alta função na instituição financeira “Dinheiro Seguro” (nome fictício proposital diante do absurdo presenciado). Ele recebe mensalmente R$325.000,00 – trezentos e vinte e cinco mil reais por mês. Mora na Rua 1000, sem número (endereço fictício, pelo motivo citado acima).
A namorada perguntou ao jovem como é que ele sabia tanto daquele homem e ele disse que trabalhava numa loja próxima a casa dele.
O jovem disse ainda que o admirava pela simplicidade dos gestos e, apesar de todo o dinheiro que possuía, estava no supermercado igual a qualquer consumidor.
A namorada olhava para o namorado com ar de surpresa. Eu fiquei indignada
A minha indignação é pela vida do homem contada em fila de supermercado, se é que é verdade, conforme o jovem disse que realmente sabia.
Não conheço o cidadão e nem os seus talentos para o mercado financeiro, mas certamente sabe mais que muita gente e tem os seus méritos. Duvido que o homem em questão tenha se exposto em público, ele seria responsável pelo posto que, de fato conseguisse.
O jovem conseguiu muitas expressões sisudas nessa fila, pois mesmo que soubesse, não deveria expor um cidadão, que nem sequer o ouvia, a essa situação constrangedora.
O Ano Novo começou de fato e, não muito divertido.

2 comentários:

✿ chica disse...

Sempre lindo e esse final, surpreendente! beijos,linda semana,chica

La Gata Coqueta disse...



Brillas con la luz propia que solo tú puedes irradiar,
brillas con la esperanza de que este momento es único e irrepetible,
brillas con la ilusión de que mañana será aún mejor que el de hoy,
no importa cómo, pero brillas, porque tu diáfana luz no tiene comparación.

Y atraída por este radiante manantial de luz te paso a visitar y te invito
a brindar a mi lado, hoy que celebro el día de mi cumpleaños
que felizmente contigo me apetece compartirlo, brindando
al sumar un año más al libro de vida donde no falte
la salud, el amor y la felicidad para acercarle una modesta sonrisa
a quienes las quieran cortésmente aceptar.

Un breve pero sincero abrazo
Dejo a los pies de tus sentimientos.

Atte.
María Del Carmen