VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

segunda-feira, 1 de junho de 2015

Valores Outros

Valores Outros

Não se faz o bem porque o outro pede ou precisa e muitas das nossas decisões são em consequência da manutenção daquilo que se chama dignidade e caráter.

As nossas convicções podem ser consoantes com o que chamamos digno, independente de outros valores, sejam esses valores morais ou religiosos. São valores próprios em relação a alguma situação.

Sem pensar em convicções quaisquer temos algo insólito para contar.

Havia três mulheres em frente a uma vitrine.

A primeira olhava com curiosidade a vitrine, os produtos e os preços.

A segunda mulher, cheia de véus olhava com desgosto para a primeira.

A terceira mulher disse palavras interessantes às duas outras mulheres.

A terceira mulher disse para a primeira mulher na frente da segunda mulher que esta era a indigna.

A primeira mulher ouviu a palavra indigna e a achou forte demais para ser dita a alguém.

A terceira mulher repetiu o que havia dito e explicitou:

_A primeira mulher tem a curiosidade natural de olhar uma vitrine bonita. A segunda se cerca de proteções para desgostar-se da primeira mulher e, no entanto, mente.

A primeira e a segunda mulher esperaram por mais explicações.

_A segunda mulher possui a liberdade de enganar a todas as demais, menos a quem a protege e, não engana a quem a desposa, porque ele saberia antecipadamente, tendo em vista que sabe de todos os seus passos.

A segunda mulher olhou a terceira mulher, desafiando-a a dizer bem da primeira mulher.

_A primeira mulher está curiosa com a vitrine e não se desgosta que a segunda mulher olhe a vitrine com interesse.

As duas mulheres olharam para a terceira mulher questionando a dedução aparente.

_Nenhuma das mulheres é dona da loja e todas as mulheres passantes podem olhar a vitrine livremente.

Insólita é a repetição dessa história.

Nenhum comentário: