VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Pensa no Feijão / Crônica de Supermercado


Pensa no Feijão / Crônica de Supermercado

     Voltamos ao supermercado, fonte das minhas fontes. As novidades surgem aleatoriamente. Está quente, tomei um copo d'água.
     Enquanto isso vou descobrir o local do lixo correto para copos plásticos.
     Tem mais gente fazendo uma parada.
     De repente, a simpatia do povo brasileiro se mostra em toda a sua graça.
     O colega pergunta para a colega:
     _Você tem corrupto aí? Se você tiver, divide comigo que depois eu divido o meu lanche com você.
    Um terceiro perguntou o que era corrupto e onde que era a prateleira onde ele ficava.
     O homem explicou:
     _A gente apelidou o salgadinho sabor "bacon" de corrupto. Acompanha qualquer lanche e a gente se diverte dividindo um pacote de corrupto.
     Não colocarei o plural para ser fiel ao presenciado, a palavra corrupto fica sem o esse do plural.
     A colega riu-se e disse ao colega: pensa no feijão!
     Ele perguntou se ela comia feijão com corrupto.
     Ela contou a sua receita, orgulhosa de si mesma.
     _Pensa no feijão que eu faço: feijão, costela de porco, batata doce e depois de pronto, adivinhe: corrupto por cima do prato. Pode ser comido com arroz ou com farinha, depende do gosto de cada um. O meu marido prefere o feijão com corrupto e só. Ele diz que é muito mais gostoso do que o acompanhado.
     O colega contou que o melhor jeito com o qual ele aprecia o corrupto é por cima da salada como acompanhamento do bife. A mulher dele não faz um feijão tão bom assim, mas faz um bife que só ela sabe fazer.
     Terminada a água, saí dali.
     O amor pelo povo que cá habita surgiu esplêndido. As músicas surgiram meu Brasil brasileiro.
     Agradecida por conhecê-los e pela receita do feijão, por que não.   

Nenhum comentário: