VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

terça-feira, 25 de agosto de 2015

Susto na Livraria / Reflexão

Susto na Livraria / Reflexão

clip_image002

Com saudades dos garimpos daquelas prateleiras rotativas de livros de bolso, foi com tristeza que entrei numa livraria e observei que elas não mais existem. Encontrei uma estante num canto da livraria, cotando a ajuda dos atendentes que a indicaram.

A estante com as seguintes prateleiras: terror, ficção, policial, poesias, romances de autores clássicos.

Eu olhava os títulos enquanto dizia para a moça os que eu tinha lido.

Ela disse que eram os livros restantes que estavam ali. Parece que algumas editoras desistiram de publicar os autores clássicos.

Perguntei se, por acaso não haveria novas publicações e novas prateleiras nos próximos meses.

Ela respondeu que não, que o público não está consumindo autores clássicos e me perguntou se eu sentia a falta desses autores.

Eu sinto a falta desses autores e muito.

Parei de olhar aquela prateleira e perguntei por livros de contos.

A resposta veio de forma assustadora. Pasmem, havia três autores: terror, ficção e um livro de crônicas nacional que eu já li.

Pedi a ela “Best Sellers” e ela acompanhou-me até a estante de livros estrangeiros.

Havia uma boa quantidade de livros com pensamentos e, essas frases divertem e ajudam a pensar, mas o texto é fundamental.

A livraria estava com muitos produtos de informática e material escolar.

Eu estava chocada ao ver tal livraria naquele estado de necessidade, quando um senhor entrou e perguntou à moça sobre as editoras de Bíblia que ela disponibilizava para vender porque ele era exigente.

Na saída bisbilhotei a prateleira de livros religiosos, mas conheço as edições bíblicas e garanto que as que eu comprei são iguais as que se vendem na livraria.

Livros e mais livros com frases bonitas sobre o cristianismo e doutrinas diversas.

Comprei um Best Seller para não me esquecer de reclamar sobre o déficit da literatura clássica na livraria.

O futuro será do Kindle? Os autores clássicos da literatura ficarão esquecidos? São perguntas que faço no dia de hoje.

Por sorte, ainda tenho livros bons da literatura nacional e estrangeira clássica para ler antes de me mover para os Best Sellers.

Deixo uma opinião pessoal sobre a literatura clássica: ela acrescenta muita sabedoria de vida aos leitores, quem não a conhece não imagina o que está perdendo.

Nenhum comentário: