VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

sexta-feira, 4 de abril de 2014

Os Pratos / Crônica do Cotidiano

Você escolheu Brinquedo e Eu, o Prato / Crônica do Cotidiano

clip_image002

Peguei o meu lanche e sentei para comer. Na mesa ao lado chegou um garoto pequeno e disse:

_Oi.

Eu disse oi e comecei a lanchar. O garoto olhava para o que eu comia de tal maneira que, parei de comer e perguntei onde estava a mãe dele.

Ele baixou a cabeça.

Ao perguntar pela mãe dele, a mãe me ouviu e sentou-se com o filho.

Em seguida veio o pai do garoto com lanches para ele, a esposa e o filho.

O garoto olhou para o pai dele e disse:

_Pai, eu quero comer o que ela está comendo, olhando para o meu lanche.

A mãe corrigiu o garoto:

_Você quis o brinquedo da máquina e o cheese-burguer. Não é justo que o seu pai pague outro lanche. Você comerá o que escolheu e, da próxima vez pense antes de escolher para depois não se arrepender.

O garoto conseguiu transformar o sabor do lanche.

Ele comia o cheese-burguer olhando para o meu prato.

A mãe do garoto perguntou as horas. Eu peguei o meu celular e respondi. Conversamos sobre o horário.

O garoto se distraiu e, aos poucos, comia o seu sanduíche.

A mãe do garoto também tinha o celular e o tirou da bolsa para distrair o filho do meu lanche.

Estávamos contentes. Ela resolveu fotografar o filho comendo cheese-burguer mostrando a ele a cada foto tirada.

Flash, clic, flash, clic.

Fiz o lanche o mais rápido que pude, enquanto entrava na história da família do garoto numa fotografia. Eu sorri educadamente para a mãe do menino e saí.

Era uma separação necessária.

A mãe do garoto concordou com o meu sorriso enquanto o marido comia o lanche dele sem levantar os olhos do prato.

Nenhum comentário: