VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

terça-feira, 8 de abril de 2014

Lenda da Lua

Lenda da Lua

clip_image001

Se algum dos leitores souber a origem ou a autoria dessa história, que me avise.

Era dia de lua cheia e alguns cachorros uivaram para a Lua. Eram latidos fortes e com choro. Os cachorros eram saudáveis e o motivo, de fato, era a Lua.

Veio à memória aquela história contada na infância.

Certa vez, ao ouvir o cachorro uivar, senti pena dele, achei que o cachorro não estava bem.

A lenda vinha do século dezoito e ensinava a não ter pena ou se incomodar quando o cachorro uivasse para a Lua.

_O cachorro uiva para a Lua porque não pode amar. Ele contempla o amor, ele sabe que existe, mas ele mesmo não tem coragem de gostar. O único contato que o cachorro tem com o amor é o arrependimento por tentar impedir que os apaixonados vivenciem o seu amor. O cachorro não concorda com o amor embora saiba que existe e que é bom e benfazejo.

Talvez essa história, numa noite de luar, tenha sido a mais bela história que já ouvi.

_ Não tenha pena do cachorro quando ele uiva para a Lua. Se não fosse a Lua, ele atacaria crianças como você. Nem todo cachorro uiva em noite de Lua cheia. Mas, dizem que os maus cachorros, precisam dela para se sensibilizar, são cachorros que agem como lobos ferozes. E, como lobos, não merecem ter casa e comida e donos que os tratem bem. Deveriam estar no campo junto com os lobos, não em casas. O cachorro que uiva para a Lua é o cachorro que se aproveita da família, sente os bons modos e não concorda, não admite que o amor exista e seja fundamental para aquela família que o acolhe e o trata bem.

Lembro que a lenda dizia para não chegar perto do cachorro, não sair de casa.

_Durma e não preste atenção aos uivos. Faça orações e pense nos seus brinquedos ou na prova do mês que vem. Amanhã, quando acordar você verá que o cachorro está bem. À noite, nunca. Não se aproxima de cachorro nenhum quando ele está uivando para a Lua, ele pode atacar. Ele precisa chorar pela natureza dele, que é a de quem não consegue amar.

Quem disse que não é bom dormir ouvindo histórias. Adormeci sentada numa cadeira, com a janela aberta, acompanhada da família, que, olhando para a Lua, contava histórias de criança escutar. Talvez a mais bela noite de luar de uma noite quente, com todo o carinho que a família pode dar.

2 comentários:

Renata Maria disse...

Gostei muito, Yayá. Mesmo não podendo amar, talvez chore de solidão.
Tenha uma boa semana.
Beijos,
Renata

Jossara Bes disse...

Oi Yayá!
Que lindo!
Por aqui associamos os uivos com a lenda do lobisomem.
Adorei a sua, relacionada ao amor!
Felicidades para você!
Beijos!