VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

domingo, 13 de abril de 2014

Minicrônica Essencial

Minicrônica Essencial

Precisei de um envelope para postar uma correspondência.

Estava com o documento nas mãos e a papelaria mais próxima estava longe.

Contei a quem estava colocando uma correspondência:

_Não trouxe o envelope, terei que deixar para amanhã.

A moça sorriu e me disse:

_Você não sabe, mas eu trago envelopes na bolsa. É uma mania que eu tenho. Eu não consigo sair de casa sem um envelope na bolsa. Você aceita?

Aceitei na hora, perguntei quanto era e ela disse que não custava nada. Ela queria me oferecer esse envelope, assim estaria feliz.

Feliz fiquei eu.

Um comentário:

XicoAlmeida disse...

E que envelope, Yayá!
Pesado na esperança de que a solidariedade, ainda está presente sem cobrar selo.
Coisa tão simples que pode alterar vidas, dependendo do conteúdo da missiva.
Um abraço.