Lugares Bonitos

Lugares Bonitos

http://frasesemcompromisso.blogs.sapo.pt/

O blog da Nina, menina que lia quadrinhos.

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Treinamento

Treinamento

clip_image002

Certa vez, um gerente de recursos humanos de uma empresa, propôs aos funcionários em condições de participarem da sua equipe, o seguinte exercício: passaria uma semana inteira pensando apenas nos próprios interesses, dando prioridade aos seus interesses sem pensar na empresa, na família, nos assuntos da comunidade em que viviam, enfim, viveriam em função deles mesmos. O exercício também consistia em não fazer mal a ninguém, mas não intervir nas maldades dos outros, deixando que cada assunto que não fosse o próprio interesse ficasse à parte da vida deles.

Passada a semana ele chamou os funcionários para uma reunião onde as suas experiências seriam compartilhadas com os colegas. Nessa reunião todas as emoções sentidas durante a semana seriam compartilhadas.

Chegaram os funcionários, todos aborrecidos, alguns irritados e outros, tristes.

A reunião começou e os relatórios anotados foram expostos aos demais colegas.

O gerente de recursos humanos pediu para que alguns funcionários fossem à frente da sala e dissessem das suas emoções.

Adalberto foi o primeiro:

_Amigos, é difícil pensar desse jeito. Normalmente estou envolvido com a comunidade, procurando as melhorias possíveis no que tange a qualidade de vida para todos. Mas nesse tempo, observei alguns problemas com a condução das necessidades da minha comunidade e hoje me sinto omisso. Não sei se aguentaria mais uma semana sem me envolver com eles, eu realmente gosto da minha comunidade. Dentre o que observei, as premissas falsas foram as que mais me incomodaram. Mas eu estava em treinamento e pensei em mim mesmo. A vontade que eu tenho é sair dessa reunião e ir até lá para dizer o que pode ser feito e onde estão os nossos problemas. Aliás, vou dizer a vocês agora, a fiação elétrica precisa de reforma, senão haverá falta de luz cada vez que um único passarinho pousar na rede.

O gerente riu-se porque durante a reunião de recursos humanos ninguém o poderia ajudar e disse que podia se sentar. Não demoraria muito e ele poderia voltar para casa para discutir o problema da falta de luz com os vizinhos.

O gerente chamou Efigênia para contar da sua experiência:

_Eu perdi o treinamento. Eu quis pensar somente em mim, mas um amigo precisou de ajuda. O problema dele era emocional e, como eu o conheço há muitos anos, eu conheço as dificuldades pelas quais ele passou. Estou me sentindo ótima, mas, se eu tivesse pensado em mim mesma, eu teria ido ao desfile de modas que antecipou a próxima coleção outono-inverno. Eu não estou arrependida de perder o treinamento porque o momento para o qual eu me dediquei essa semana foi bom.

Ao ouvir essa história, outra participante pediu a vez para falar e o gerente, permitiu:

_Eu estou me sentindo péssima pelo mesmo motivo. Um amigo precisou de ajuda, mas eu fui ao jantar de inauguração de um restaurante. O meu amigo conseguiu a ajuda de que precisava, mas a mágoa que eu causei nele me fez chorar. No entanto, eu quis fazer o treinamento e fiz direito, é o que importa.

O gerente de recursos humanos não comentou e pediu para que a Efigênia se sentasse.

O Nivaldo pediu para contar da sua experiência:

_Eu pensei que seria fácil. Saí daqui fui para casa, avisei a todos que passaria uma semana em treinamento e pedi que todos os problemas que surgissem fossem resolvidos por eles, pois enquanto isso eu ficaria pensando em mim e fazendo tudo o que me interessasse fazer sem pensar em ninguém. Estou aliviado que a semana tenha chegado ao fim. Vi a minha mulher pagando dez vezes vinte reais a mais numa panela enquanto eu estava no café com alguns amigos que eu não via há tempos. O meu filho de quinze anos colocou alguns piercings no nariz e está parecido com um índio botocudo, mas ele pagou com a mesada e eu não me meti com ele. Conversarei com ele hoje à noite. Eu não sei se sou desatualizado, ou se ele se aproveitou da minha semana de treinamento. É impossível se ter uma família quando se é egoísta. Eu fui egoísta, pensei apenas no meu treinamento e agora estou com uma panela de pressão de inox na cozinha que custou quinhentos reais. Vocês sabem o que ela faz com a panela de pressão? Ela cozinha meio quilo de feijão por semana. Pelo menos ela gastou o dinheiro que sobrou do mês passado...

O gerente pediu a ele que parasse. Disse ao funcionário que estavam em reunião, não num confessionário medieval. Ainda assim, preocupado com as consequências no relacionamento familiar, perguntou se entre ele e a esposa o relacionamento estava bem.

_Entre eu e a minha mulher as coisas não estão bem, melhoraram significativamente. Eu pensei em mim e ela pensou nela e chegamos a um acordo satisfatório.

O gerente de recursos humanos estava satisfeito.

_A semana foi produtiva e todos estão de parabéns, inclusive a senhora que chorou, mas não ajudou o amigo. Quem somente pensa em si mesmo sofre e não estende a mão a ninguém. O objetivo dos recursos humanos é realizado a partir do princípio de que todos participam de uma comunidade, no nosso caso, a empresa. A empresa diminui o seu lucro à medida que os seus funcionários trabalham insatisfeitos. A satisfação do funcionário é sinônimo de lucro. Nenhum empresário se motivaria a lidar com recursos humanos se não houvesse retorno para o seu negócio. No entanto, o nosso ponto de vista dentro da empresa é que não existiria empresa se não existisse o homem e o homem feliz trabalha melhor. Essa é a premissa da existência do departamento de recursos humanos dentro de uma empresa. Aqueles que se dispuserem lidar com os nossos ideais terão o desempenho financeiro da empresa em plano inferior ao da boa condição de ambiente de trabalho para o funcionário.

Um lanche foi servido aos participantes. Os funcionários participantes estavam contentes pela ausência da pressão psicológica por parte do gerente de recursos humanos da empresa. A empresa estava de parabéns e era bom estar ali.

3 comentários:

Luiz Cidreira disse...

Olá amiga, já de volta ao batente interativo.
Estava eu trinando muito para não cair nas garras de uma maquina mortífera que é o computador. mas, me controlei e conseguir passar as férias numa boa, agora iremos colocar em dia tudo que nos é interessante.
Agradeço pela presença durante esse período.
Abraço

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida

É mesmo verdade, quando as pessoas estão satisfeitas consigo e com os outros, tudo é melhor. Um texto que deixa a pensar.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

Ingrid disse...

quando estamos em bom ambiente e trabalhamos com amor tudo flui..
ótimo post.
beijos