VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

sábado, 24 de janeiro de 2015

Transcendental

Transcendental

clip_image002

Essa cultura que me habita,

Como pedaço de minh’alma,

Faz-me sentir paz infinita,

Desapressada sem ser calma.

 

Pensa em soltar laço de fita,

Desassustado e por igual

Num arremate que saltita

Livre ao papel, ascensional.

 

Ama e desama e não é desdita,

Veste que é pura e universal;

Segue naquilo que acredita,

Sábio querer transcendental.

Um comentário:

Célia Rangel disse...

Sábio querer cultural que transcende... universaliza e partilha saberes!
Abraço.