VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

sexta-feira, 18 de julho de 2014

Ao Ponto – Poema de Supermercado

Ao Ponto

clip_image002

Moderno, eclético, conversador,

Entraves lúdicos e descolados

Da dor, sensível e não enganador,

Sincero e alegre em caminhos cruzados.

 

São dessas almas do todo o que é o amor,

Bondades. Métricos e idealizados,

Compondo rimas sem herói ou clamor,

Porque os caminhos seguem realizados.

 

Importa a boa vontade, ao dispor,

Do tempo ao modo dos atarefados.

De ideias, asseado, não reparador;

Romântico átrio dos supermercados.

Nenhum comentário: