VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

terça-feira, 15 de maio de 2012

Deus o Livre!

Deus o Livre!

Superstição

clip_image002

Dois senhores negros e idosos conversavam na praça. O primeiro pergunta?

_Você comprou a peça para a mecânica da lavadora de roupas? Quanto custou?

O segundo respondeu:

_Custaram trinta reais. Eu te devo uma moeda.

O primeiro disse que era bobagem e que não pensasse em dar moeda alguma.

O segundo então contou:

_ Eu te devo uma moeda e você sabe disso. É superstição, mas Judas vendeu Jesus por trinta moedas. Sempre que a conta soma trinta reais, alguém deve uma moeda para alguém para mudar a soma. Ninguém em sã consciência há de querer se matar por trair um amigo. Eu gosto de você. Eu sou seu amigo.

O primeiro concordou e disse que assim que fossem comprar algo para comer, ele aceitaria a moeda para pagar a conta e extinguir a responsabilidade do amigo de vir a ter essa culpa no futuro.

………………………………………………………………………………………………………

O Casal de Gatos Pretos

clip_image004

Outro dia apareceu um casal de gatos pretos embaixo da janela do quarto de um casal, e a esposa me contou a história:

_Comecei a rezar sem parar. O casal de gatos em acasalamento debaixo do nosso quarto. Era meia noite e a lua estava cheia, eles gritavam um para o outro durante esse ritual. Peguei a cruz que tenho no armário e dei ao meu marido. Ele saiu e enxotou os gatos para fora do quintal. Deus me livre, Deus me livre da feitiçaria!

19 comentários:

Pérola disse...

Não sou supersticiosa. Acredito noutras coisas não provadas pela ciência.
Tudo de bom!

Mona Lisa disse...

Apenas acredito que há algo superior que nos ultrapassa.

Beijos.

aluap disse...

Aqui, como em toda a parte, também há quem acredite,na superstição, interpretando a seu modo as coisas.Acho que sem darmos conta todos somos um bocadinho supersticiosos. Eu, por exemplo, costumo bater 3 vezes na madeira para que nada de mau me aconteça ou aos que estão por perto e até digo "Deus me livre".

Abr./Paula

Smareis disse...

Essa do gato foi boa risosss...

Quem confia em Deus não acredita em superstição.
Eu acredito que isso seja falta de confiança em si, e acabam tendo medo dessas bobagens, são pessoas inseguras que fica presa quase que numa escravidão, por causa desses medos.

Beijos pra ti !

Aclim disse...

Um amigo diz que superstição é uma palavra mal interpretada, ela significa...super tição...shaushaush

Artes e escritas disse...

Aclim, não é "super tição" são super lições da sabedoria popular. Um abraço a todos, Yayá.

AquilesMarchel disse...

ler isso de amdrugada foi meio tenso

to de volta

BlueShell disse...

Eu não acredito em bruxas...mas que há coisas, há-...
Um beijo meu
BShell, aka Isabel

Ivone Poemas disse...

Yayá, quando eu era criança meus avós paternos sempre contavam estórias de superstições, eu adorava, ainda adoro, realmente são lições de sabedoria!
Lindo post, como todos os que você posta aqui e têm lições lindas de vida!
Abraços
Ivone

Jopz_B1B disse...

os atos falhos, sonhos, superstições e simpatias podem ser considerados como manifestações do inconsciente segundo Freud... E ainda sabemos muito pouco sobre ele!

JOPZ

Jossara Bes disse...

Yayá, Querida!

Concordo com você! Super lições!
Eu adoro histórias!
Essas crendices populares que atravessam gerações me fascinam!
Não creio! Mas adoro ouvir!
Tenha um lindo dia!

lidia-la escriba-www.deloquenosehabla.blogspot.com disse...

te parece? DIOS EXISTE? DONDE?...en vos, dentro tuyo? donde?....
gracias por pensar!hacerme pensar!
un abrazo
blog actualizado! ven,si quieres
lidia-la escriba

Sonia Guzzi disse...

A mente oferece subsidios infinitos para nosso medo...
Só pra garantir vou buscar meu galhinho de arruda...rsrss
Beijo, Yayá.
Em divina amizade.
Sonia Guzzi

aluap disse...

Quem confia em Deus não acredita em superstição, diz Smareis. É verdade, mas muitas vezes os religiosos são tão fanáticos que, por ignorância, caem por vezes. Acreditam, por exemplo, em espíritos e em almas do outro mundo, chegam mesmo a garantir que viram pessoas falecidas. Vão à bruxa e a bruxos. Falo disto puramente porque para mim quem confia em Deus não devia acreditar em espíritos. Superstição para mim é diferente. Sim, são lições de sabedoria transmitidas de geração em geração. O povo sempre foi um bom observador das coisas e foi colhendo ao longo dos anos conhecimentos que são resumidos em frases, provérbios, ditados, contos. É como não sacudir à noite a toalha de mesa, porque diz-se que é deitar a fortuna fora; sentar à mesa e pôr a bolsa no chão diz-se também que o dinheiro desaparece. Coisas assim, que sem se dar conta muitos de nós fazemos.
Já me alonguei, mas este tema "tem pano para mangas".

Um abraço amigo

*Escritora de Artes* disse...

Pena dos gatinhos coitados...rs

Não tenho superstição alguma!

Bjos

Jose Ramon Santana Vazquez disse...

Vivo en una tierra llena de mitologia,muy interesante,un abrazo.J.R.

OceanoAzul.Sonhos disse...

Não sou supersticiosa, mas penso que todos nós temos uma coisa ou outra que, mesmo inconscientemente, acabamos por recear...

beijinho
cvb

Carla Diacov disse...

EITA! VENHA NOS VISISTAR NA CASINHA NOVA!
(CISA NEM TRAZER TAIÉ!)
http://pramimidormir.blogspot.com.br/
FIRME? Ô É NUVÉ?


BEJ!

Elisa T. Campos disse...

Yayá

Ouvi muitas histórias de superstições
Sempre me interessa em ler.

Parabéns
bjs