Lugares Bonitos

Lugares Bonitos

http://frasesemcompromisso.blogs.sapo.pt/

O blog da Nina, menina que lia quadrinhos.

quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Uvas Verdes

Uvas Verdes

clip_image002

As uvas verdes na parreira

São tantas, doces, que as rosadas,

Até e talvez, a vida inteira,

As subestimem penduradas.

 

Todas as uvas são sombreiras

Das esperanças ancoradas

N’algum terreno de meleiras

Das muitas luzes cobiçadas.

 

Estão maduras e altaneiras,

E continuam esverdeadas;

E, sem nenhuma com ciumeira,

Todas no cesto vão irmanadas.

2 comentários:

Eduardo Maria Nunes disse...

Uvas verdes, minha amiga,
cor de esperança elas são
fresca é boa a jeropiga
natural se bebe o carrascão.

Boa pinga a vida inteira,
para ajudar à digestão
nos lábios de moça solteira
baila o desejo de um beijão!

Gostei do poemas das uvas verdes,
maduras sabem, mas provam diabetes!

Um abraço para você amiga Yayá,
Eduardo.

Augusto Sperchi disse...

Oi Yayá! Fiquei muito feliz com sua gentil visita em meu blog. Vim retribuir e conhecer o seu espaço e, confesso, que fiquei encantado com suas poemas. Li vários, mas me encantei com este. Também adoro as uvas (tenho uma bela parreira de uvas verdes e rosas - as verdes são mesmo mais doces).
Seja sempre bem vinda por lá
Abraços!