Lugares Bonitos

Lugares Bonitos

http://frasesemcompromisso.blogs.sapo.pt/

O blog da Nina, menina que lia quadrinhos.

quarta-feira, 18 de junho de 2014

O Mundo / Filosofando

O Mundo / Filosofando

clip_image002

Encontrei no livro Quadrivium - Wooden Books Ltd, que é um livro de Filosofia sobre as Artes Matemáticas e Música que ganhei do meu irmão, conhecedor dessa paixão matemática, o filósofo Jâmblico e a sua frase: Não por sua causa o mundo foi gerado – mas você nasceu por sua causa (a dele).

É um livro para saborear com carinho, se é que se pode exprimir esse bem estar causado pelo livro.

Essa frase não contradiz o Gênesis e fala do bem latente da criação humana que é fazer desse mundo o melhor para se viver.

Se, o prefácio causa boa impressão, aos poucos, quem sabe, possa traduzir em palavras de onde vem tal paixão.

Também, ao início a afirmativa de que, se, por ventura existirem seres humanos em outros planetas, eles se encontrarão na mesma situação que nós, nascidos por causa dele, o mundo, e não vice-versa.

O mundo, em si mesmo, não é mal nem bom, a finalidade do mundo é ele mesmo, conforme foi criado.

O ser humano, não. A finalidade do homem não é ser humano, é fazer desse mundo que ele conhece o habitat perfeito para se viver. Em geral, os filósofos matemáticos procuram alguma fórmula para que a possibilidade exista enquanto matéria, sabedores da existência imaterial da alma, a qual nenhum matemático nega.

Parei nesse trecho, porque é difícil manter a concentração e não gerar pensamentos positivos a partir desse ponto.

O que significa gerar energia positiva, quando não se sabe exatamente o que se diz. Para mim, a geração da energia positiva é possível, tendo em vista que nada mais somos do que átomos e moléculas enquanto parte do mundo, mas essa energia é gerada intrinsecamente, de forma não conhecida em sua plenitude, através do que se denomina alma.

Pode-se procurar essa energia positiva com palavras boas e boas atitudes, esse é um esforço dinâmico que até pode funcionar. A energia gerada pelo pensamento dessa alma, esse lado interno, é que é o xis da questão.

Essa é uma energia gerada involuntariamente e tem como consequência a modificação da vida prática, do ser humano enquanto vivente no mundo.

Também sob o meu ponto de vista, o pensar positivamente em oposição ao que a alma determina, não gera energia nenhuma; são forças anuladas em si mesmas.

A alma sabe do seu bem estar e, geralmente cuida do bem estar físico, a sua moradia temporária. A alma tem que desejar a sua felicidade em harmonia com o mundo que se quer perfeito.

A busca da felicidade, para si, quando vem da alma, geralmente não é egoísta, idealiza todo o bem para o seu ambiente de vida palpável, esse mundo.

Nessa busca, muitas vezes, o caminho das pessoas é desviado sem que necessariamente signifiquem dificuldades ou problemas, às vezes são encontros inesperados com novas realidades desse mesmo mundo.

Quando tudo está mudado, algumas vezes percebe-se que o caminho fora traçado, não pelo destino, mas pela alma que buscava a felicidade, talvez alguma de paz de espírito para suportar melhor algum problema.

Quando a alma busca algum bem espiritual, ela gera energia e, os caminhos previamente planejados em busca desse momento feliz geram consequências outras. Essas consequências outras inferem no plano do mundo, o plano físico das coisas próprias do ser humano.

Toda alma quer é ser feliz, mas matematicamente, nessa busca feliz não há envolvimento dos sentimentos que não sejam idealizações do momento perfeito para fazer a alma sorrir.

Se, poucas linhas de livro, me fizeram devanear desse jeito, quero mais música e mais matemática.

3 comentários:

Eduardo Maria Nunes disse...

O mundo filosofando,
mas quase ninguém o entender
para onde não sei puxando
sem saberem o que fazer!

Tenha uma noite amiga Yayá, um abraço.

Artes e escritas disse...

Eu achei difícil, mas, sem o mundo não haveria o ser humano, que também tem a sua função dicotômica: ser bom para o mundo e para a sua própria alma, é a busca da felicidade interior que faz o mundo melhor, fato que os filósofos matemáticos certamente conseguiram. É complicado, mas é um sentido bom para ambas as partes, a física e a espiritual. Um abraço, Yayá.

Reflexo d'Alma Fase 2014 disse...

Estou interessada
nesse livro,
vou procurar.
Bom feriado
e
bjins
CatiahoAlc./ReflexodAlma