VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Feriado / Reflexão

Feriado / Reflexão

clip_image002

O bom feriado é, antes de tudo, uma utilidade necessária em termos práticos.

Mas o bom feriado depende de cada um e, de repente, arrumar a caixa de esmaltes de unhas ou a caixa de ferramentas pode ser um lazer.

Aqueles que andam numa correria sem fim, sentar e assistir televisão ou ler um livro com calma pode ser a melhor ideia, principalmente se tiver um banquinho à frente do sofá para esticar-se preguiçosamente e outro com alguns petiscos para saborear junto a um copo de água.

Para aqueles que têm a vida no escritório e passam sentados a semana inteira, um passeio no parque, uma caminhada vagarosa, um bate-papo descontraído é uma sugestão.

Para aqueles que têm crianças em casa, uma boa ideia é aproveitar a companhia das crianças e ouvir o que e como elas pensam esse nosso mundo de hoje. Pode ser um feriado encantador. Outra ideia é passear com as crianças e usufruir das diversões delas.

O feriado serve para o relaxamento das obrigações do dia a dia, sem muitas exigências ou cobranças, mas sem tédio igualmente.

O melhor negócio é fazer um acordo familiar na véspera do feriado e descobrir em conjunto com a família, o que poderá ser feito e o que é inviável.

O tempo para relaxar é essencial e um feriado programado dia a dia pode ser complicado e o sabor do feriado é a não complicar a vida do outro. Deixar os horários rígidos para os dias úteis é outra boa ideia.

Quem merece um bom feriado, igual a todos nós, é a telefonista do telemarketing. Deem folga para essas moças cuja tarefa é ligar aleatoriamente e oferecer o seu produto. Tenho certeza que elas ficarão contentes e os consumidores também.

Imagine o sofá, o banquinho com as guloseimas e o copo com água, o outro banquinho para o descanso dos pés cansados e o pessoal do telemarketing ligando, isso não tem sentido.

Outro aspecto que não tem sentido é a preocupação excessiva com as refeições, dividir as tarefas culinárias pode ajudar a descontração, se não for nenhuma ocasião especial para a família.

O feriado pode ser bom, pode ter cochilo e televisão, livro, guloseimas diferentes, passeios com a família, arrumações prazerosas de bijuterias e esmaltes de unhas, cada um seguindo o seu estilo ou necessidade.

As necessidades de cada um são diferentes e o respeito ao jeito particular de aproveitar o feriado é fundamental e não fundamentalista.

As orações também são oriundas de cada um dentro do seu relacionamento com Deus, vamos respeitar.

Bom feriado a todos.

Nenhum comentário: