VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Pegadinha

Pegadinha

clip_image002

Vinha distraída

Quando o celular

Grita um funk da vida.

Pus-me a pesquisar...

 

De onde era a batida,

E a árvore a apitar...

Dela, som e saída;

E ela a reclamar.

 

Corro à despedida,

Nego-me a ficar.

Nessa rua e na lida,

Desse seu tocar.

 

Música bandida

Sabe o seu assustar.

Vivo prevenida:

Mozart, Brahms e Bach.

 

Obs. Cabe ao final do poema contar de um celular tocando funk de dentro de uma árvore. É o caso de sair do lugar o mais depressa possível e, respeitando a faixa para o pedestre.

7 comentários:

✿ chica disse...

Rsss...Que linda inspiração e eu sairia voando também desse lugar!Prefiro as mais tranquilinhas! beijos,chica

Élys disse...

Muito criativa a sua poesia. Não dá realmente, para ficar neste lugar.
Beijos.

aluap disse...

Também eu fugia a sete pés!

Um abraço amigo.

Imaginário disse...

Mulher prevenida, além de Mozart, Brahms e Bach, sabe bem onde está a faixa.
Grande abraço.
Gilson.

Jossara Bes disse...

Oi Yayá,
Com tanto celular e musica ruim por aí, nem duvido que possa tocar até mesmo dentro de alguma arvore!
Adorei a poesia!
Beijos!

Lu Cidreira disse...

É surpreendente mesmo, as suas alertas são para colocar em agenda e não deixar de praticar.
Horrível esse tal de Funk.
Abraço

Elisa T. Campos disse...

Em se tratando de funk talvez ficasse intrigada. Agora Bach, Mozart e Brahms acharia que anjos rondam por lá.

bjs.