VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Meteorito

Meteoritoclip_image002

Caiu uma pedra sobre o telhado

Nessa noite que se alongou;

Pedra vinda do extenso espaço

Nobre; espaço que se passou.

 

O homem segue um tanto encantado;

Troca a telha que se quebrou,

Chama o amigo meio desconfiado,

Conta e conta o que o céu causou.

 

O ouro em pedra a si destinado,

Luz e brilho que se encostou

Nesse medo do improvisado,

Nessa sorte se desgastou.

 

Vibra a Terra nesse versado

Nessa sorte que se pleiteou,

Gira o tempo nesse riscado

Via do tempo que se findou.

10 comentários:

MARILENE disse...

Lindo poema! Tudo tem seu tempo, que finda.

Andre Martin disse...

Legal!

Chovem meteoritos todos os dias... Só alguns caem sobre as telhas... E você captou bem esse momento!

A propósito: se meteorito é o diminutivo de meteoro, qual seria seu aumentativo?
meteorão? meteoraço? meteorarro? meteoríssimo? meteorozão? meteorozarro? meteoroaçu?

Acho que pra simplificar, seria "grande imenso meteorito", que por mais grande que seja, achará seu destino na terra, algum dia...

Luís Coelho disse...

A minha imagem de um meteorito é de que são pedras enormes e onde caem destroem tudo incendiando-se.

Um poema musical e expressivo.
Nada de mal aconteceu, apenas umas telhas partidas.

Se a pedra fosse de ouro, certamente não lhe calharia assim deste modo, nem lhe cairia do céu.

Amor feito Poesia disse...

"Quando fala o amor, a voz de todos os deuses deixa o céu embriagado de harmonia."

Willian Shakespeare


BOM FDS...Beijos & Flores! M@ria

Adriana Karnal disse...

me surpreendi quando cheguei aqui...lindo poema.

* Verinha * disse...

Muito encantador esse poema Yayá!
Um beijo em seu coração e um ótimo fim de semana para você!

Verinha

OceanoAzul.Sonhos disse...

Gostei do seu poema.
Os meteoritos p/mim simbolizam força, destruição.

Um abraço
oa.s

Vera Lúcia disse...

Olá Yayá,
Bonito poema.
Beijo e excelente final de semana.

Vôgaluz Miranda disse...

Yayá,
Passando pelo seu blog fui atingido por este meteorito poético. Muito bacana o poema. Abraços. Vôgaluz
P.S. Obrigado pela "oração dos 200 seguidores", eu sou um deles.

Alcione e Bere Cibiac disse...

Um bailado, uma melodia, adorei!bj