VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

sábado, 13 de maio de 2017

Peixe em Cardume


Peixe em Cardume

Ando apressada,
Causa de nada,
Não, esse é o costume,
Meu vaga-lume.

Estou habituada
A ser ritmada
Por som e volume;
Esse é o meu lume.

Sou serenada,
Mas com passada
Que me presume;
Peixe em cardume.

2 comentários:

Jossara Bes disse...

Oi, Yayá!
Linda poesia! "Peixe em cardume", ao ritmo da vida!
Se você é mãe, muitas felicidades!
Feliz semana! Beijo carinhoso

Artes e escritas disse...

Jossara, não sou mãe, mas desejo que as mamães tenham tido um excelente dia.