VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

terça-feira, 28 de junho de 2016

Por Que, Poema


Por Que, Poema?



     Fazer poemas está relacionado ao dia a dia. São várias as inferências que acabam por se transformarem em versos e rimas.
     Este ano me propus a ler a Bíblia inteira, o que não significa algum tolhimento do pensamento, desde que em conformidade com o amor de Cristo, segundo os evangelhos. A liberdade de consciência é individual e plena, eis o porque do poema. 
     Eu tenho um livro-guia para que a leitura seja profícua, interessante e animadora da fé.
     Tirei uma foto da frase no topo da página para mostrar para vocês.
    
Consciência

Oh! Liberdade de pensamento,
Com o saber divino, minha alma,
Vem discernir o contentamento,

A proteção que é este entendimento
Da boa palavra que a tudo acalma,
Porque reflete o desprendimento

Espiritual do recolhimento

Em oração ao doce agendamento.

.............................................................................................................................................
Ah! Se a vossa liberdade / Zelosamente guardais /
Como sois usurpadores / Da liberdade dos mais? Manuel Bocage

Estou muito grata pela companhia de tal livro!

Um comentário:

Jossara Bes disse...

Oi Yayá!
Siga firme no seu propósito de ler a Biblia!
Um dia também quero ler.
Beijo carinhoso!