VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Lamento

Lamento

clip_image002

Ajeitam-se as casas,

Que a chuva de vento,

Chorou sem ter asas.

 

São cacos em brasas,

Dormindo ao relento,

Na dor que extravasas.

 

São muitas as sacas

 

Sem nome ao lamento.

2 comentários:

Célia Rangel disse...

Olhares petrificados diante de tamanha bestialidade!
Abraço.

Élys disse...

Um lamento na forma de um bonito indriso.
Um abraço.