VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

sábado, 7 de setembro de 2013

Sassaricando / Crônica de Supermercado

Sassaricando / Crônica de Supermercado

clip_image002

Fim de tarde, eu resolvo espairecer. Para espairecer e tomar outros ares e vou ao supermercado, mas outro, mais distante. Quero dar uma volta e ver novidades.

O sabor do pão depende do padeiro e, nesse supermercado, talvez eu pegasse pão. Eu digo talvez, porque fui ao supermercado para passear, comprar um doce diferente e me distrair. Lembro que doce não é distração, mas conhecer novos supermercados é distração.

Comprei chocolate. Chego a minha casa sorrindo, mas encontro uma amiga.

Ela me perguntou o motivo pelo qual ela não me encontrou no supermercado de costume. Respondi que saí para comprar chocolate e, que no supermercado, o chocolate em questão estava por chegar. Não menti, vou ao supermercado verificar se o chocolate chega durante a semana.

_Hoje você não fará crônica?

Bem que eu planejei descansar, mas o meu negócio com supermercados e crônicas são exatos e não me deixam faltar.

_Que chocolate você comprou?

Eu respondi, brincando e de bom humor:

_Comprei um chocolate não muito amargo e nem muito doce. Comprei um chocolate, similar àquele que eu gosto.

_Qual é o seu chocolate preferido?

_ Prefiro aqueles conforme eu disse a pouco, nem doce e nem amargo e nem muito pelo contrário.

A me ver sorrir da pergunta, ela disse:

_Vê se você se cuida e não sai sassaricando por aí. Eu sou sua amiga e me preocupo com você.

Agora sim, cobri a sacola do supermercado com a mão para que ela não pudesse ver a marca do chocolate que eu comprei. Mas contei onde fui, porque supermercados são supermercados, nada além de supermercados. Mostrei a sacola com a marca do estabelecimento, mas não o chocolate.

Ela é minha amiga e pode se divertir com as crônicas, mas como fã, estava curiosa demais.

Se fosse uma caixa de bombons, eu abriria e ofertaria a ela. Mas era chocolate, e fãs não se contentam com apenas um pedaço de chocolate. Provavelmente ela buscaria saber os outros produtos que eu vi.

Eu não vi outros produtos porque o passeio foi agradável. Entrei, comprei, paguei e saí. O ar morno do final da tarde foi o melhor do passeio. O frio diminuiu e eu pude sair sem várias blusas para me agasalhar. Vi novas paisagens no caminho e descansei o olhar.

O chocolate, eu ainda não mordi. Vou guardar para quando tiver vontade. Estava com fome de passeio num clima ligeiramente amornado.

Devo a ela essa crônica. Os amigos são para esses momentos de preguiça um estímulo e tanto.

Bom domingo para vocês!

4 comentários:

✿ chica disse...

Ele foi mais reenergizante que o chocolate,rs Linda crônica como sempre! beijos,chica

Claudete disse...

Yayá, rs, presumo, minha querida gostosa de ler sua crônica, escrever é uma arte, você o faz muito bem;entretanto ser motivado a fazê-lo é outra coisa. Você encontrou no rotineiro cotidiano uma forma de mostrar que é possíveltrabalhar momentos solitários de uma forma que dê alegria. Parabéns , aqui a parada é obrigatória. Abraços, te seguindo.Grata pela visita.

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Yayámiga

Eu deliro por chocolate. Adoro-o, ainda que saiba que não me faz muito bem... Desde mousse até brigadeiro, passando por tablete (nós dizemos assim), bombom, bolo, tudo eu acho uma maravilha que é, afinal, a oitava do Mundo.

Esta belíssima crónica relembrou-me a Rita Lee. E porquê? Porque tu usas o termo . E de imediato me chega a canção que dizia (se não me engano ou erro):

Sa-sassaricando!
Todo mundo leva a vida no arame ...
Sa-sassaricando!
O brotinho... a viúva... e a madame!...

Sentaram no ovo do Calombo
O velho na porta da Colombo
Foi um assombro!
Sassaricando...

Quem não tem seu sassarico
Sassarica mesmo só!
Porque sem sassaricar...
Esta vida é um nó!


Por isso, muito obrigado

Qjs

Henrique

Jossara Bes disse...

Oi Yayá,
Por aqui também os dias amornaram, está muito bom de sair "sassaricando" por aí. Se for para comprar chocolates, e de cortesia aparecer uma amiga querida, perfeito!
Tenha uma linda semana!
Beijos!