VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

sexta-feira, 9 de março de 2012

Poema Físico-Emotivo

Poema Físico-Emotivo
clip_image002
Que a física explique o que eu digo:
O amigo do amigo é meu amigo,
E, o nêutron se afasta sem graça
E no meio aterrado se gasta.

Acolhe a função o negativo,
Inapto a lidar no perigo
Do mal isolado que escapa
Na fita vencida de data.

A fim de manter o equilíbrio
E o fio necessário ao circuito,
Conserta-se a emenda à solapa
Com nova linhagem de prata.

17 comentários:

Célia Rangel disse...

... e o nosso equilíbrio nem sempre dá liga com a prata... falta-nos o bom senso!
[ ] Célia.

Marly Bastos disse...

Yayá,
Como eu não entendo nada de Física, só posso aplaudir seu poema.
Beijokas doces!

Jopz_B1B disse...

kurti também... e um bom findi proce também...

JOPZ

Ivone Poemas disse...

Yayá, tens um dom incrível em fazer seus poemas assim, esse é mesmo demais, nos faz pensar!
Amo aqui ler, eu logo me ponho a estudar, pois em Física e Química eu era "uma negação", amei esses versos, tens razão!!!
Abraços!
Ivone

Maria Alice Cerqueira disse...

Querida amiga
Vim agradecer a sua presença amiga lá no meu cantinho magico coração,
Venho pedir a voce o seu votinho para a minha poesia,
Sentindo a Vida
que está concorrendo no Ostra da poesia Blog da Lindalva
Clik no link http://ostra-da-poesia-as-perolas.blogspot.com/
e conheça e vote na minha poesia.
Como votar

DIGITE O NOME DA POESIA E O LINK DO SEU BLOG
(é importante deixar o link para seu voto ser validado)
Desde já agradeço de todo o coração a seu apoio e votinho
Tenha um lindo dia
abraço amigo
Maria Alice

Felisberto Junior disse...

Olá!Bom dia!
...palavras pouco usual, metáfora física e emoção,ritmo,concatenada...enfim...
Gostei!
Obrigado pelo carinho da visita!
Bom final de semana!
Beijos carinhosos!

Lídia Borges disse...

Uma linguagem de prata, mas não metálica porque morna e condutora de (boas) vibrações.

Um beijo

mfc disse...

Um poema que nos comprova que o mote pode sempre ser poetizável... e com arte neste caso!

manuel marques disse...

Um poema na corda bamba,gostei.

Abraço.

Tatuagem disse...

Lindo poema sientífico!

Maria Alice Cerqueira disse...

Obrigada amiga, pelo carinho de seu apoio!
Voce Vai receber um comentário da Lindalva confirmando o seu voto.
se não receber, por favor volte de novo amanha colocando o nome da poesia e o link do seu blog!
De todo o meu coração eu lhe agradeço!
abraço amigo
Muito boa Noite
Maria Alice

Lindalva disse...

Yayá amiga teu voto no 6º Pena de ouro foi computado com sucesso...um beijo doce e perfumado no coração!!!

AFRICA EM POESIA disse...

gostei muito e para marcar um dia que eu gostava que não existisse deixo...


8 DE MARÇO


Dia da Mulher
Mulher que foi criança...
Mulher que foi menina...
E que rápidamente cresceu...
E quando cresceu...
Tornou-se mulher...
E aí o ser que é...
Mulher... Mulher...
Mulher... Mãe...
Mulher... Avó...
Mulher... Gente...
Porque ser Mulher...
É canalizar tudo...
Tudo e todos...
E tudo gira em seu redor
E quase sempre...
Julga-se insubstituível...
No trabalho... na organização...
Na estrutura do lar...
E a Mulher... esquece-se tantas vezes...
Que também é gente...
Que precisa de ser ela própria...
De viver...
De gostar de si...
E quando consegue...
Que isto aconteça...
Ela é verdadeiramente... Mulher!...

LILI LARANjo

Paixões e Encantos disse...

Lindos versos! com muita fisica há mistura

beijo e boa noite

Carla Granja

http://paixoes-encantos.blogs.sapo.pt/

Mariazita disse...

Bom dia, yayá
Nunca gostei de física (adorava matemática...), mas gostei do poema.
Tem ritmo, quase nos faz gostar de física :)))

Bom Domingo. Beijinhos

Everson Russo disse...

Um bom domingo e uma semana repleta de poesia e muita paz pra ti minha amiga..beijos e beijos.

Elisa T. Campos disse...

Poema lindo rimado. Também só não entendo de física.

Beijos