VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

quarta-feira, 14 de março de 2012

Murmúrios

Murmúrios

clip_image002

Ouço rumores ecléticos

Nesta manhã de euforia,

Fazem rimar, dizem versos;

Brindam o dia na poesia.

 

Ouço sonidos herméticos,

Silvos de surda alegria

Vindos do nada e sintéticos,

Todos em santa harmonia.

 

Ouço o silêncio dos céticos

Soltos a pena vigília,

Pródiga em zelos poéticos,

Que ora se deitam à pira.

 

Musas de encantos diversos,

Sopram a brisa e arrelias

Nesse cismar dos incertos

Plúmbeos aos limbos das vistas.

10 comentários:

MA FERREIRA disse...

Yayá....me envanta seus poemas..

beijos

ஜ♥Patricia♥ஜ disse...

Ouço rumores ecléticos

Nesta manhã de euforia,

Fazem rimar, dizem versos;

Brindam o dia na poesia.



Simplesmente magnifico!

MARILENE disse...

Se a poesia pudesse aplaudir, estaria em festa com seus versos. Bjs.

Erico disse...

Olá

Linda homenagem a poesia!

Beijos

Everson Russo disse...

Muitas vezes os sons do silencio são bem mais estridentes que os sons do mundo...são sons de solidão...beijos de bom dia pra ti.

Élys disse...

Poesia de uma expressiva beleza...

Agradeço a sua visita e por participar como seguidora do meu Blog.
Gostei muito daqui, e também vou segui-la.
Um abraço.

mfc disse...

Enquanto houver poetas e poesia...há esperança!
Beijos.

Maria Luisa Adães disse...

Lindo e romântico poema, amiga.

Um abraço,

Mª. Luísa

Anne Lieri disse...

Lindo seu blog e poesia muito bem homenageada em seu dia!Adorei!Bjs,

Magia da Inês disse...

Amei... muito inspirado... uma elegância especial ao escrever os sentimentos.
Boa noite!
Beijinhos.
Minas.

✿✿
♪º° ✿