VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

terça-feira, 12 de abril de 2011

Ópera

Óperaclip_image002

Ópera tem público cativo,

Palco requintado, caprichoso;

Canta uma desgraça, canto lírico.

Baixo masculino, o pesaroso

Sola comovido o sopro lívido;

Frente a toda a gente, um poderoso

E ávido tenor se opõe ao assovio

Alto da soprano em perigoso

Salto de uma escala, passarinho.

Mezzos e contraltos estão em coro

Próximo ao cenário, meio escondido;

Quadro de um seleto som charmoso.

A arte colossal e o seu cinismo

Sóbrio ao se curvar, fraque obsequioso

Ao último suspiro fugidio.

Mestre em contratempo lento ou mosso;

Some a dominante insensível.

2 comentários:

Catia Bosso disse...

Contexto melódico!!! Amei! Até parece que é surpresa vc postar algo assim tão bom né!!! Parabéns! 'Chiquetoso' (palavras estranhas e irreais: coisas de Catia) Bjsss

Poeta Renato Douglas disse...

Olá adorei teu blog, lindo mesmo. Parabéns. Fique a vontade para fazer uma visitinha ao nosso “Alto-falante” e seja mais um membro. Você é nosso convidado especial. http://poetarenatodouglas.blogspot.com/.
Um grande abraço!

Renato Douglas!