Loading...
Loading...

quinta-feira, 13 de julho de 2017

Falando de Música / Crônica reflexiva

Falando de Música

     Da minha música, composta por mim e arranjada por professores e cantores e maestros, fiz três composições e uma obra artística numa homenagem  familiar, devidamente registrada como tal.
     A maioria dos musicistas por aqui, ou é professor de música, ou aluno.
     Estudo música para ter boa companhia musical. Curitiba não gosta de pessoas que se divertem tocando música, mas não frequenta casas noturnas. Esse é o meu caso, detesto os chamados barzinhos (pub em inglês). 
     Dentro daquilo que sou e daquilo que os meus amigos são, fizemos e fazemos muito. São apresentações escolares para alunos e famílias de alunos, nos quais todos os alunos participam e muitos surpreendem.
     Preciso dizer que Paraná é Paraná, enquanto estado brasileiro e Santa Catarina é Santa Catarina, enquanto estado brasileiro.As peculiaridades do meio ambiente tornam diferentes as atividades musicais. Aliás, justamente pelo litoral de Santa Catarina estar repleto de barzinhos com música ao vivo, eu não me adapto musicalmente falando em Santa Catarina. Nada tão lindo quanto o amanhecer do sol nas praias catarinenses e essa é a minha praia, ainda tenho gosto em ir lá de vez em quando.
     Curitiba, no entanto, por ser uma cidade bastante fechada, proporciona alguma espécie de modernismo à minha vida, pois eu estudei teclado e pratico piano.
     O piano que eu pratico é em acordo com a direção da escola.
     A última apresentação foi a Rapsódia nº2 ,de Liszt, à quatro mãos.
     Já fiz apresentações péssimas e ganhei experiência. Excelentes apresentações em Banda de Rock'n Roll, Quarteto de Jazz, etc. Acompanhada por amigos professores com outras atividades, tais como orquestras e igrejas.
     Já fiz canto coral.
     Por que é que eu não tenho tempo? Porque o estudo (ensaio) é todo dia.
     Certa vez uma diretora de escola me disse que não há incentivo para a formação de apresentações escolares constantes, além do que o custo das aulas subiriam muito e o objetivo da escola é ensinar, ter conteúdo programático e objetivos diversos na aprendizagem.
     A música, conforme conversamos entre amigos, chega a ser um vício, pois não se consegue ficar sem ela por mais de uma semana.
     Estúdios de gravação, conheço três, um evangélico com filtro e mixagem de pronto, outro escolar-maravilhoso- porque todos os alunos podem fazer as gravações das suas músicas mediante um custo médio, e um profissional, com sala para canto e sala para o som gravados em separado e mixados por técnico especializado na área.
     Nessa turma entram os músicos da igreja católica apostólica romana, das igrejas evangélicas, músicos da orquestra sinfônica, regentes e os suportes dos iluminadores e controladores de som.
     Qual é o meu futuro, perguntaram-me semana passada e a professora riu-se. Sou madura de idade e o meu futuro é esse, continuar fazendo apresentações em conjunto com os professores ou piano solo para as famílias dos alunos e enquanto aluna de uma escola de música.
     É desse jeito que vivencio a música.
     Agora vou estudar porque esse texto está parecendo falta de estudo devido às férias escolares.
     Espero que vocês entendam.
     
     
     

Nenhum comentário: