Loading...
Loading...

quinta-feira, 24 de julho de 2014

Dulcineia

Dulcineia

clip_image002

São momentos de suspense e surpresa

Na ilusão de um tempo quase esquecido,

Que os remetem à remota fineza

De lembrar que nenhum tempo é perdido.

 

As cadeiras ainda estão em volta à mesa,

Convergindo ao ponto cruz no tecido.

Com fios raros ao sonhar da presteza,

Presenciou-se um lar assim reconstruído.

 

Não pertence aos homens-deuses grandeza

Que o compense desse modo reerguido,

Cujo vento é um assoprar na areia acesa,

 

Pelo sol. Numa ampulheta, a nobreza,

O caráter, num olhar permitido,

Faz do amor a sua nobre princesa.

3 comentários:

Ivone disse...

Ah, que lindo, me fez lembrar de quando li Dom Quixote, amei linda amiga Yayá!
Abraços e uma boa noite!

Célia Rangel disse...

Encontra-se a nobreza de um lar na simplicidade e doação das pessoas ... ponto cruz nas almas...
Abraço.

Evanir disse...

Com muito carinho nesse fim de semana
venho desejar muitas coisas abençoadas
para você.
Se Tiver avó..Feliz dia da avó.
Feliz dia do escritor para mim
escritor é todo aquele ,
que escreve um livro ou simplesmente
uma poesia até mesmo quando escolhe um poema.
O fato de escolher um poema ou um texto
para postagem não deixa de participar da vida do escritor.
O escritor esta no coração de cada um de nós.
Eu não me considero importante mais do
que ninguém por ter escrito
um livro.
Um feliz e abençoado final de semana beijos.
Evanir.
Lindo recordar !!