VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Escada Rolante / Crônica do Cotidiano

Escada Rolante / Crônica do Cotidiano

     Aproveitei a cidade meio vazia e fui passear num Shopping Center. Peguei a escada rolante e à minha frente estavam mãe e filha, com a mãe segurando a pequena pelas mãos.
     A menina, de mãos dadas com a mãe sugere à mãe que ela está com a doença da vovó.
     A mãe ficou cismada com a observação e perguntou qual era a doença da vovó.
     _Mamãe, eu não lembro de nada recente.
     Essa era a doença da avó da mãe da menina e não da avó da menina.
     Ah! a mãe suspirou e perguntou à menina o que é que ela tinha esquecido dessa memória recente.
     _Mamãe, eu esqueci do Natal e da alegria que senti ao receber os presentes que o Papai Noel trouxe para mim.
     A mãe levou à sério a questão e perguntou à filha o que é que ela tinha comido antes de vir ao Shopping.
     _Iogurte de morango.
     A mãe, preocupada perguntou em que ano escolar a pequena estava.
     _Mamãe, essa é fácil. Estou no segundo ano do fundamental.
     A mãe disse à filha, incisiva:
     _Você percebe como você está se lembrando de tudo e direitinho?
     A pequena contestou:
     _Não, mamãe. Eu não estou sentindo a alegria que senti no Natal e até olho alguns brinquedos com curiosidade de brincar.
     A mãe disse que a menina não tinha doença nenhuma de memória.
     _Mãe, agora que eu esqueci que ganhei presentes no Natal, estou com receio que não conseguirei aprender nada na escola, eu esquecerei o que aprender.
     A mãe mandou a filha recitar a tabuada do número dois até dois vezes cinco.
     A menina recitou.
     _Viu como a tabuada ainda está na sua cabeça?
     A menina se conformou e disse que até que a situação dela não era tão ruim como a da vovó.
     A mãe respondeu:
     _Bisavó!
     A essa altura a escada rolante estava terminando e era melhor pensar na saída.
     A mãe e a filha saíram antes e a mãe estava chocada com a filha.
     De qualquer maneira, a menina está sensibilizada com a bisavó e o Natal teria sido melhor se a bisavó da menina estivesse com saúde.
     Eu providenciei um novo cd para o Ano Novo, é a música essa prioridade momentânea.
     Deus cuide de todos os que precisam, essa é a prece cotidiana. 

Nenhum comentário: