VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

terça-feira, 17 de julho de 2012

Restauração

Restauração
clip_image002
Desperto em meio ao sono pesado,

Café da manhã na cozinha,

De louça lavada no prazo,

Da pressa no rosto da minha

Vontade, forçada ao casaco.


E o sono corrido era atraso

Desse ontem passado que tinha

Conserto na base do vaso

Quebrado, com tinta que vinha,

Trazida em cantis de Topázio.


Relógio impecável, ao acaso,

Ao tempo possível me nina,

E, faze-me ouvir canções ao azo,

De sono e descanso que aninha,

Conforta e refaz meu cansaço.

14 comentários:

Ingrid disse...

rotina em versos perfeitos..
sensível e leve..
beijos..

Imaginário disse...

Apesar do café e do relógio
ainda leio o peso do sono
na leveza que os versos têm.

Obrigado, Yayá.
Abraço.
Gilson.

✿ chica disse...

Que delícia de poesia,Yayá! beijos praianos, obrigado pelo carinho,chica

Jossara Bes disse...

Olá, Yayá!

Que lindo poema!
"Um sono que aninha"! Que delícia!
Delícia também é acordar todos os dias! Acordar para a vida!
Tenha um lindo dia!
Beijos!

Will Moa disse...

Versos que nos fazem sentir uma subida de escadas, dada as ações postas de forma tão agradável. Noutras palavras, pás do moinho sendo movidas pelo fôlego de vida...

Um abraço!

Afrodite Deusa do Amor. disse...

Olá lindos versos,parabéns beijos.

Lu Nogfer disse...

Yayá

Que leitura deliciosa nos proporcionaste!

Parabens pela bela escrita

Beijos!

aluap disse...

Muito realista...há dias assim Yayá.

Boa Noite*

**Lih** disse...

Oi Yayá,

Vim retribuir a visita! Adorei seu blog lindas palavras!

Beijos!

Evanir disse...

Hoje minha postagem falo um pouco de mim
postei uma entrevista feita por uma amiga de todos nós blogueiros.
Creio que falei um pouco de tudo sobre mim.
Espero sua presença para comentar essa postagem.
Deixei um pedacinho de mim na postagem
quero compartilhar minha vida com as pessoas que faz parte
da minha vida.
Para mim amizade virtual não existe
a pessoa é aquilo que é na vida real ou virtual.
Os nossos valores jamais conguiremos esconder
nem alguns defeitos que todos nos temos.
Beijos no coração com carinho,Evanir.

Lidi Horácio disse...

Achei seu blog na blogosfera.
E adoreii!

Já estou te seguindo..
Me visite tbm
http://lidiepaulo.blogspot.com.br

Beijocas
Ótima Semana \º/

Filha do Rei disse...

É, muitas vezes o dia começa numa rotina ,mas que é necessária.Mesmo assim o sol tem que nascer dentro de nós.
Bjs, Yayá

mfc disse...

E assim passam os nossos dias...
Belo poema.

Beijos,

edumanes disse...

Tomava na cozinha
O café da manhã
Quando regressava à tardinha
Descansava um pouco no divã!

Porque cansada vinha
De muito labutar
Lá para meia noite arrumava a cozinha
E na cama se ia deitar!

Boa noite de quinta-feira para você, amiga Yayá,
um abraço
Eduardo.