Loading...
Loading...

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Coisa Nossa

Coisa Nossa

clip_image002

Eu não posso diminuir o poema

E não adianta insistir com esse tema.

Não discuto esse querer sem razão,

Matemático pragmático irmão.

 

Nem eu sei por que não faço celeuma,

Mas resolvo toda a rima, é meu lema.

Pois, poetizo a vida numa canção,

Sem começo nessa idealização.

 

Que te quero bem chego a repetir.

Incansável? Sou se, ao caso, estou à bica,

Quando digo que concordo ao que implica.

 

Obrigada pelo verso e o sentir,

À poesia, nesse convite a existir,

Plenamente, nesse bem que pinica.

2 comentários:

eduardo maria nunes disse...


Não pode diminuir o poema,
Então, não o diminua
Há no céu uma estrela
Mais brilhante do que a lua!

Boa noite para você, amiga Yayá,
um abraço. Eduardo.

✿ chica disse...

Poetizar a vida faz bem.Lindo! bjs, ótimo fds! chica