Loading...
Loading...

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Ao Acaso

Ao Acaso

Onde está a poesia,

Há novo sentido,

Há nova alegria.

 

Boa nostalgia

De sonho esquecido

Numa fantasia.

 

Vem ao quem diria,

Vem sem ter nascido,

Brinda à teimosia.

 

Diz da cotovia,

Chilra o som querido,

Letra e melodia.

 

Surge em nova via,

Ímpar ao vivido;

Versa, brilha e guia.

 

Um comentário:

✿ chica disse...

Sempre linda!!! bjs,chica