Lugares Bonitos

Lugares Bonitos

http://frasesemcompromisso.blogs.sapo.pt/

O blog da Nina, menina que lia quadrinhos.

terça-feira, 30 de abril de 2013

O Poder da Vitrine

O Poder da Vitrine / Crônica do cotidiano

clip_image002

Os publicitários dizem que a vitrine vende e agora eu acredito neles.

Por esses dias, eu cheguei adiantada a um compromisso e tive que fazer hora antes de cumprir a obrigação. Caminhei pela rua displicentemente procurando algo para ver. Tomei um café e passei em frente a uma pequena loja de armarinhos e namorei a vitrine.

A lojista, sem muitos recursos, fez a vitrine com muita criatividade. Embora não tenha tirado fotografias, essa vitrine me foi agradável a ponto de ficar como um desenho multicolorido na minha imaginação.

Bonecas de pano de tranças nos cabelos, vestindo vestidos de chita, sentadas sobre almofadas feitas à mão, de braços abertos com uma folha de revista bem recortada.

Eram folhas de revistas de moda do mundo inteiro e os modelos eram também criativos, sugerindo ao passante a ideia de fazer arte em casa.

Demorei-me alguns minutos olhando as rendas e fitas, as bonecas e as revistas que essas bonecas seguravam. Depois, fui ao meu compromisso.

Ao sair no dia seguinte, sem querer, a minha visão voltava-se para as roupas e sapatos das transeuntes. Não era questão de moda e sim a beleza da composição das moças.

Encantou-me a saia de crochê sobre o forro de pano na cor neutra acompanhada por sapatos de salto alto pretos.

Os meus olhos procuravam a sugestão da vitrine do dia anterior. De repente, passou uma senhora com sandálias de plataforma do verão retrasado, mas vestia uma calça clássica bege de corte impecável. Outra ainda vestia o que poderia se chamar de camisão com golas e punhos escuros que ia até a altura dos joelhos e usava sapatos com saltos exóticos.

Senti-me num desfile de modas, cada uma no seu estilo pessoal, todas muito bem arrumadas. No entanto, elas não estavam vestindo roupas dos shoppings centers, criavam o seu visual. Também não tirei foto delas, observei-as como um caça-talento faria, ao longe. Lembrei-me de uma amiga que dizia que bom gosto tem a ver com estilismo e criação de moda.

Voltei para casa e pensei na vitrine. Sei que não sou boa crocheteira, mas no tricô eu me viro bem e sei tirar amostras de pontos e fazer malhas com capricho.

A vitrine quase me persuadiu a voltar à loja para comprar lã, mas ando sem tempo e sei que é melhor deixar para quando tiver alguma folga de horário. E digo que é difícil resistir à vitrine.

A vitrine causa a sensação de vontade, direciona o olhar para o produto mesmo depois que o contato visual é descontinuado. A vitrine quase espelha um desejo oculto de parar para fabricar artes manuais e se transformar numa autêntica estilista de guarda-roupa.

E depois de ver moda sem parar, passei de novo na loja. Entrei para conhecer os artigos à venda. Não comprei. Peguei uma receita de tricô para depois, quando quiser ou puder tricotar, cortesia da loja para os seus visitantes.

Com toda essa delicadeza, quem não tem vontade de comprar algo a mais, aquilo que não se necessita, mas sim se deseja como se fosse item de primeira necessidade. O que parece ser um absurdo e é real. A gente é que tem que se segurar para não gastar naquilo que não precisa.

Voltando ao publicitário do início do texto: Não é que ele tem razão? Vitrine vende!

3 comentários:

Magia da Inês disse...

¸.•°✿✿⊱彡

São minuciosamente planejadas para isso... vender!

Ótimo mês de maio!
Beijinhos.
Brasil.°✿⊱彡
¸.•°✿✿⊱彡

XicoAlmeida disse...

Vitrine, montra de miragem e desejos.
Confronta os sonhos da necessidade com o desejo de concretizar.
Mas comprando ou não, vendem ideias gratuitas e lembram o que temos e fazemos contas ao que não temos.
Belo tema, Yayá.

Abraço.

La Gata Coqueta disse...




Las palabras en silencio
son melodías de ternura,
y refugio de sensaciones,
que sigilosas van en busca de emociones
para vestir la vida de alegres tentaciones...
...deteniéndose en perfumar los sentimientos,
con el aroma de las flores, que irán brotado
durante este mes de mayo que termina de comenzar.

Hoy y cada uno de los días...
Un beso y una rosa para ti!

Atte.
María Del Carmen