VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

À Martelada


À Martelada

Um poema martelado,
Rústico e mobiliado,
Também rima e verseja.

É o desenferrujado
Parafuso enroscado
Numa grande presteza.

Quase como gritado,

Mas, consoante, verseja.

Nenhum comentário: