VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

domingo, 8 de maio de 2016

Poema Automático


Poema Automático



Empilham-se as caixas,
Sempre as mesmas caixas
De papel prensado.

Amarram-se as faixas
Em esteiras baixas
E vão ao compensado.

Depois desencaixas,

Mas nunca é pesado.

Nenhum comentário: