Lugares Bonitos

Lugares Bonitos

http://frasesemcompromisso.blogs.sapo.pt/

O blog da Nina, menina que lia quadrinhos.

segunda-feira, 3 de junho de 2013

Dor de Cabeça /Crônica de Supermercado

Dor de Cabeça / Crônica de Supermercado

clip_image002

Fui ao supermercado hoje por obrigação. Não tinha sequer um único pão amanhecido para comer. A ressaca pegando forte, o fim do feriado e a roupa para lavar, enfim, algo me deu dor de cabeça.

Fui à fila do pão ouvindo a música ambiente, que tocava como um tambor dentro da minha cabeça.

Sem assunto, contei que estava com dor de cabeça. A senhora que estava na fila disse que estava ranzinza com o filho porque estava com dor de cabeça.

Não me senti sozinha, grande parte da fila estava com dor de cabeça.

Como éramos vários com dor de cabeça, alguns disseram que era do ar condicionado, mas logo alguém protestou e disse que era a friagem lá fora. Outro disse que era do cansaço, outro ainda disse que precisávamos nos proteger e tomar vitaminas para não nos resfriarmos.

Do assunto entediante fui pagar os meus pães. Chegando ao caixa, ele estava com ar contristado.

Ele me contou da dor de cabeça e eu disse que também estava, achava que era ressaca.

Chegou outro caixa e perguntou a ele se ele não estava bem.

_Estou com dor de cabeça.

O outro, que passou o final de semana trabalhando no supermercado, olhou seriamente para o colega:

_Amigo isso é só o começo. Depois piora.

O rapaz, que empacotava os pães que eu havia comprado, ficou preocupado.

Eu também, não estou sabendo de nenhuma endemia que começa com dores de cabeça.

Eu olhei para o caixa e ele me olhou. Em seguida olhou para o colega e perguntou:

_O que pode ser essa dor de cabeça?

O amigo, gaiato e feliz, não teve dúvidas ao responder:

_É assim que começa a dor de corno (gíria expressando a dor de quem briga com a namorada porque ela está com outro namorado).

Ele virou-se para mim e desabafou:

_A senhora preste atenção no tipo de coleguismo que eu tenho. Eu, com dor de cabeça, e ele de olho na minha namorada.

Ele, então, virou-se para o colega e disse:

_Vira essa boca para lá que eu não quero olho grande para o meu lado. Basta a dor de cabeça.

Bom mesmo é não ter dor de cabeça, mas agora que comi o pão e deixei tudo em ordem, a dor de cabeça passou. Era ressaca!

Gente de bom humor alegra o dia dos seus semelhantes.

2 comentários:

XicoAlmeida disse...

Olá Yayá.
Acho que também estava com dor de cabeça mas, de tanto riri com a sua crónica, passou!
Abraço grande.

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Yayá
Sabe, vou lhe confessar um segredo: nunca tive dor de cabeça. Não é uma dádiva?
Bjux