VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Pensamentos Soltos nº3

Pensamentos Soltos nº3clip_image002

Todos caminham inexoravelmente ao encontro marcado com o desconhecido, ao próximo segundo que até terminar de ser soletrado já terá passado. Quem disse isso?

Experiência essa que você não tinha planejado e, no entanto, já viveu e faz parte do seu passado nesse exato momento.

Os próximos segundos minutos e horas você não adivinha. Como adivinhar que a moça do supermercado lê o que você escreve? Isso você não imaginava! Ela sabe o seu nome e as suas preferências de consumo. Ela é a sua fã incondicional. Ao saber que você tem um leitor assim, como se fosse um tiro à queima roupa, você se pergunta se está adequadamente trajado para a ocasião de conhecer o seu leitor. Pelo menos você está com jeito de quem tomou banho e as suas roupas têm o cheiro do sabão em pó da sua marca preferida e a sua leitora conhece os produtos que você compra para lavar a sua roupa suja. Incomoda? Justamente naquele dia no qual você estava com uma pressa tremenda e deixou o perfume para depois?

Esse é o desconhecido, o que você ignorava. Agora você sorri e pergunta o nome dela e diz da imensa alegria dela te ler.

O desconhecido é aquele pássaro que entra na sua casa e você fica com aquela expressão de bobo tentando ajudá-lo a encontrar o jardim.

Mas você segue rumo ao encontro com ele: Você viu? Você sabia? Você não viu e nem sabia. Você estava guardando a comida que sobrou da janta na geladeira quando o apartamento lá em cima teve um princípio de incêndio, os bombeiros vieram, e o fogo apagou, os vizinhos saíram do prédio, o porteiro ficou tão nervoso que saiu correndo e não interfonou para nenhum morador. Quem viu a fumaça do lado de fora, não entrou e quem sentiu o cheiro porque morava lá em cima saiu pela escada. E, você? Você estava com a atenção voltada ao programa de televisão que explicava o verdadeiro benefício de adicionar a abobrinha ao seu cardápio semanal. Pombas!

Foi aí que eu aproveitei para tirar uma fotografia da pomba, assustada com o barulho e a fumaça que eu não vi que entrou na minha cozinha. Além da comida, da televisão, eu também tinha a pomba ao alcance das mãos.

Assim é a maneira como o desconhecido, vizinho de vocês; ele se apresenta e vocês marcam um encontro todos os dias na hora que ele quiser.

Nenhum comentário: