Loading...
Loading...

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Há remédio Para Tudo

O Remédioclip_image002

Nanci tinha uma tristeza, não conseguia engravidar. O médico pedia a ela que esquecesse porque o problema dela não se resolveria com remédios, mas vontade de ser mãe não se esquece.

Durante o trabalho na clínica de fisioterapia, ela deixava escapar esse desejo inalcançado com alguns pacientes, que a consolavam.

_Não se preocupe, quando for o tempo de acontecer, acontece.

Nanci concordava.

Mônica, esportista, torceu o pé. Ela encaminhou para o colega especialista em fisioterapia desportiva. O colega Norberto pediu a Mônica que fosse ao médico novamente porque ele estava desconfiado que a Mônica tivesse outros problemas musculares além da torção. Descobriu que ela tinha algumas inflamações advindas da artrose e os seus músculos estavam encurtados e mal trabalhados, havia também má postura e desvio na coluna lombar. Em conjunto com as ordens médicas, começaram o tratamento.

Nanci tomou conhecimento da situação e soube que haveria um tratamento prolongado.

_Mônica, sinto muito pela artrose. Faremos o melhor que pudermos.

Passa-se um mês, dois meses e o tratamento é levado com bom humor. Passam-se três meses e Nanci pergunta quando é que o tratamento terminará ao Dr. Norberto. Diz também que ela não segura paciente e não aumenta o tratamento de ninguém e que a clínica mantém o conceito com seriedade há mais de oito anos.

O Dr. Norberto se aborrece com a dúvida sobre ele. O médico acompanha todos os exercícios e tratamentos através de um relatório de planejamento.

Nanci controla o tratamento da Mônica, há algo estranho nisso tudo. Chega mesmo a perguntar se a Mônica está acompanhada ou procurando um namorado e magoa deliberadamente a paciente.

De repente, todos criticam a fisioterapeuta, e dizem que a Mônica está visivelmente melhor. Mônica pede que não comentem na frente dela, diz que não é o caso e, se for necessário, o Dr. Norberto que indique outro lugar para concluir o tratamento.

_De jeito nenhum, eu tenho autonomia, eu pago aluguel.

Mônica pensava em desistir de se tratar e procurava locais com referências boas para os últimos dois meses de tratamento.

Aquele dia Mônica chegou para dizer que terminaria o tratamento em outro lugar. Mas naquele dia, Nanci a abraçou e disse que estava grávida e, ambas olharam em direção a linha do horizonte, emocionadas.

16 comentários:

Simone MartinS2 disse...

Boa noite....acredito fielmente que tudo acontece na hora exata em que DEUS nos prepara algo, nao adianta ficar chateada, ou perder a fe, tem que acreditar e seguir em frente, pois o tempo de DEUS, nao é o mesmo que o nosso...Bjin...muito lindinho!

Maciel Amaro disse...

Oii estou te seguindo!
Ficarei muito feliz se vc visitar o meu blog e me seguir tb :)
Bjs

http://conversadeblogueiro.blogspot.com

Catia Bosso disse...

Adorei a posição de ambas...

muito bom ler vc...

bjs

Severa Cabral(escritora) disse...

Só basta o tempo que já é remedio sagrado...
Bjs para aquecer tua noite!

Maciel Amaro disse...

Obrigado sempre estarei por aqui :X

Aclim disse...

Sim há remédio para tudo. Ainda bem.
Abraço

Marly Bastos in "palavreados ao vento" disse...

Tudo no seu devido tempo. Lembrando que o nosso tempo, nao é o tempo de Deus, pois Ele sabe o exato momento de cumprir determinadas coisas na nossa vida. Pra tudo tem um remédio, o importante é tomá-lo lentamente e persistir.
Beijokas doces!

Arte Cerâmica Zen disse...

Adorei seu blog e já estou te seguindo!!! A vida é assim....cheias de surpresas!!!bj

Andre Martin disse...

Conclusão?... Trate da artrose para outra engravidar??? rsrs

Débora Andrade disse...

Tenho procurado remédio para tudo. Hipocondríaca frustrada. Não encontro todos os remédios dos quais necessito, ou julgo necessitar. Droga!

Que saudade de você, Yayá.
Beijos,
Débora.

Severa Cabral(escritora) disse...

Isso nos mostra que Deus existe...as coisas acontecem sim;tem seu tempo juntamente com a sua hora...e vai acontecer se já estiver escrito no livro da vida de cada um...
Bjsssssssssssssss

SIMONE PRADO disse...

Obrigada por ter vindo, que Deus abençoe sempre suas inspirações.Tenha um lindo dia.

mery disse...

Yayá, sinceramente, esse relato me emocionou muito, estava esperando um final triste e de repente a notícia tão esperada, que felicidade!
Adorei,viu.Beijos/Mery/ do Brasl
Ah, me explica, por favor o tal do relógio biológico,lá no meu blog não entendi bem...obrigada, sempre estarei aqui contigo.

Manuela Freitas disse...

Nem sempre há remédio para tudo...mas temos que viver pensando que sim...
Bjs,
Manú

Pedrasnuas disse...

Pois, se for atempadamente...gostei!Abraço

Peônia disse...

Nesse post vimos claramente que tudo tem seu tempo.
Beijos!