Lugares Bonitos

Lugares Bonitos

http://frasesemcompromisso.blogs.sapo.pt/

O blog da Nina, menina que lia quadrinhos.

sábado, 4 de outubro de 2014

Crescimento Espiritual / Reflexão

Crescimento Espiritual / Reflexão

clip_image002

Valido o verão das palavras soltas, das vozes altas, do caminho da fé e da meditação, pois no verão que verdadeiramente conheci Jesus Cristo vindo em consequência de Shiva e eu nem lembro por que foi que gostei de Shiva, a deusa hindu.

Não houve verão mais sincero, tudo foi dito à medida do sentimento, tudo foi feito com bem querer, nenhuma palavra escapou aos ouvidos de quem amei e tudo foi dito na grande expressão de liberdade que é o lar e a família.

O tempo passa e o verão se foi. A palestra e a proposição de uma semana boa, inteiramente boa.

De certa forma, a luz se fez. Os ecos do verão vieram ao presente e ainda encontrei o que dizer dos meus olvidos e das minhas intenções. E o disse com a mesma veemência do verão sobre as premissas falsas e dos argumentos que delas surgiram, sem pressa ou ansiedade, mas com vontade.

Disse do engano com uma clareza absolutamente maior que a do verão, dos pensamentos criados pela idolatria que se transformam em nada, tendo em vista que ídolo algum cria alguma filosofia de vida.

Falei ainda do cultivo da beleza espiritual, diferente da beleza da paisagem e da moda, mas que também necessita de cuidados diários.

Contei que o exercício dessa semana não era evitável, estando eu aqui, ou, em qualquer parte do mundo que eu conheça; essa foi uma atividade proposta em várias partes do mundo na mesma semana, oriunda da Índia e, estando em Curitiba, Santa Catarina ou, até mesmo no exterior, o tema seria o mesmo.

A semana está terminando, e verifico as mudanças produzidas na minha alma. O sol brilha aqui dentro e os ecos do verão, que eram luz esmaecida, tomaram forma, dizendo a mim de mim mesma, dos meus acertos e dos meus exageros. E, por acaso, não é exagero uma semana dessas?

No entanto, surgiram definições, surgiram assertividades, reafirmaram-se conceitos através daquilo que até então se chamavam ecos.

De fato, houve um crescimento espiritual com consequências para a vida prática, com vocações a serem exploradas, deixadas nos caminhos percorridos.

Não sei se foi sorte ou necessidade, mas coincidência houve.

Sei que foi uma oportunidade valiosa e espero que algum leitor possa algum dia ter a oportunidade de ter uma semana como a que tive.

Com essa experiência compartilhada, termino a semana.

Um abraço, Yayá.

3 comentários:

luís rodrigues coelho Coelho disse...

Obrigado por esta partilha maravilhosa.
Os homens falam de guerra
Os ódios incendeiam-se
A vingança serve-se quente ou fria

Cristo - Palavra de amor renasce,
Ilumina e clarifica com liberdade.
Felizes os que O descobrem, O amam e são capazes de falar d'Ele sem medo.

ONG ALERTA disse...

Que todos possam ter mudanças em suas vidas isso é crescimento, paz.
Beijo Lisette

Célia Rangel disse...

Uma partilha generosa! Interessante como há momentos em nossa vida de crescimento espiritual que modificam toda nossa caminhada! Gosto muito disso. Lapidação, para mim, é sempre necessário.
Abraço.