Loading...
Loading...

sábado, 14 de abril de 2012

Ponderação

Ponderação
clip_image001
Os dias sem flores são de pedra:
Maduros, cinzas, reais, não mais;
E, aos verbos pedem que a cautela
Se insurja e seja perspicaz.

Forjada à tábua e à razão média,
A busca insulta os racionais
Numéricos por via de regra,
E foge aos cálculos normais.

São dias de raiz de forma e réstia,
Quadrada e feita à mão e com lápis,
Ungidos, sóbrios de modéstia
Que surgem úteis e cordiais.

11 comentários:

Célia Rangel disse...

Ponderar... Subtrair... Somar e Multiplicar - imperiosa objetividade.
Bj. Célia.

Maria disse...

Querida amiga um dia sem flores é um deserto para a alma.
Um excelente domingo e uma boa semana.
beijinhos
Maria

Jossara Bes disse...

Yayá, Querida!

Você escreve com tanta inteligência,
que por vezes fico timida ao comentar!
Adoro sua forma de "poetar"!
Beijos!

Jopz_B1B disse...

gostei bastante, me fez lembrar dos divertidos contos do Malba Tahan.

intepz, bom domingo,

JOPZ

Loivarice disse...

Boa tarde Yayá,a vida é feita exatamente assim, escolhas são elas que nos guiam... bjs

mfc disse...

Gosto de ver sorrisos e de sorrir...
Façamos todos esse esforço, que vale a pena!

Manuela Freitas disse...

Ponderar é o mais importante e gostei das pistas que transmites no teu poema!
Beijos

Mª Carmen disse...

Interesante poema amiga.Me ha encantado.Besitos

aluap disse...

Flores e pedras (para mim) combinam bem, mas tem toda a razão, os dias sem flores são de pedra: maduros,cinza, reais e diria mais:
frios.

bj**

Elisa T. Campos disse...

Os dias cinzas são de pedras, mas você os faz florir com seus versos
rimados.

Bjs.

Elizabeth disse...

Es una dulce tentación el visitarte Yayá. He estado leyendo mi alma en tus letras. Me disculpo por la ausencia, el tiempo me mantiene como al Capitán Garfio con una sola mano disponible para enfrentar al mar. Mis peques terminan el lunes sus examenes finales y yo recién mis responsabilidades laborales "expandidas". Un fuerte abrazo corazón de ángel.