VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

quinta-feira, 1 de junho de 2017

Questão de Semântica


Questão de Semântica

     Telma saiu do escritório e observou o carrinho de cachorros-quente com um letreiro um tanto quanto desproporcional dizendo :Cachorro-Quente Telma eu não sou gay.
     Olhou, saiu e não comprou cachorro-quente.
     Começaram os comentários no escritório e Telma, incomodada, foi comprar um cachorro-quente.
     O vendedor perguntou o nome dela e ela disse que se chamava Telma.
     _Telma, me ajude. Estou sofrendo com comentários e isso está prejudicando a minha família.
     Ela disse que não era advogada.
     _Você não precisa ser advogada, basta se chamar Telma.
     A moça perguntou o que poderia fazer para acabar com o comentário dizendo que o vendedor de cachorro quente era gay. Pensava que nada poderia fazer por ele.
     _Eu preciso de ajuda. Estou a ponto de acabar com o cachorro-quente e vender hamburguer. Eu quero que você diga que compra o lanche num carrinho de cachorro-quente de um homem.
     Telma disse que se dissesse muito à favor do cachorro-quente dele, o problema dos comentários seria dela.
     _Eu não vou vender croissant por causa dos comentários.
     Telma disse que não exaltaria o cachorro-quente dele de nenhuma maneira, pois ele era praticamente um desconhecido para ela.
     Além disso, perguntou por que o carrinho de cachorro quente tinha o nome de uma música do Ney Matogrosso.
     _São mensagens subjetivas de meu interesse. Eu não quero me defender porque a minha defesa criará uma polêmica cujo prejuízo será maior ao meu cachorro-quente do que se eu conseguir alguém que se chame Telma para dizer bem a meu respeito.
     Telma disse que não iria ajudá-lo.
     _Arranje um jeito para se defender.
     Ele disse que iria vender hamburgueres.
     Telma, entretanto, contou do problema no escritório.
     Os colegas encontraram uma solução.
     _Mande o homem frequentar algumas panificadoras e açougues e diga a ele para conversar sobre si mesmo com os outros sem contar pormenores de si mesmo.
     Telma assim fez.
     O carrinho de cachorro-quente desapareceu da frente do escritório.
     Passado algum tempo, Telma encontrou o vendedor de cachorro-quente.
     O problema parecia estar resolvido, mas o letreiro do cachorro-quente estava em inglês:
     _Guy's hot dogs. Em português também , com alguma modificação estava escrito: Cachorro-Quente do Guy.
     O antigo nome do carrinho de cachorro-quente estava modificado e todos ficaram sabendo que ele não queria problemas com artistas e estava usando o nome de uma canção famosa. 



Ps. Qualquer semelhança com fatos e pessoas ou nomes é mera coincidência. O nome da música proporcionou o contexto ideal para a ambientação do conto.

Nenhum comentário: