VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

quarta-feira, 7 de junho de 2017

O Conflito Tecnológico / Crônica do Cotidiano


O Conflito Tecnológico / Reflexão

     Estou aqui me atualizando em tecnologia, com alguns problemas caseiros para resolver e surgiu essa ideia.
     Estamos, enquanto humanidade, em meio ao início do conflito tecnológico. Tudo é prático, confortável e, agora, também pode ser falso.
     As informações cotidianas estão por demais informatizadas e é preciso que contatemos uns com os outros, ideia essa que nos desconforta, pois é mais fácil não abrir o computador do que resolvermos as situações que se nos apresentam.
     A tecnologia está conseguindo proezas inimagináveis. Tenho um telefone que é de uma operadora e está funcionando como se fosse de outra operadora e pedi a portabilidade porque não tenho contrato com a operadora que está operando o meu telefone.
     No começo, eu não conseguia atender a um telefonema e, depois de muitos pedidos, consegui que o telefone funcionasse. Liguei dele para um número conhecido e, pronto, apareceu a operadora que está, sim ainda está operando o meu telefone.
     Antigamente a isso chamaria-se linha cruzada, hoje creio que posso chamar de sinais tecnológicos cruzados.
     Com a portabilidade espero solucionar o problema que não é só meu, mas também da antiga operadora desse telefone que está com o sinal de outra operadora de telefone.
     É uma situação conflitante.
     Tenho mais situações tecnológicas conflitantes, mas por enquanto fico somente com essa situação.
     A tecnologia foi criada para simplificar a vida das pessoas, mas agora, como se fosse antagônica ao princípio para o qual foi criada, volta-se contra a própria empresa e, por conseguinte, o seu consumidor.
     Nesse caso, a informação do consumidor é verdadeira e da empresa também é verdadeira, mas não se sabe de onde apareceu o defeito de sinal.
     Por mais absurdo que pareça, quem pediu para que fosse feita a portabilidade foi a própria empresa de telefonia.
     O problema é sério e somente com o pedido de portabilidade ela poderia fazer os testes para verificar de onde vem a interferência no sinal. As informações do sistema estavam erradas e o limite de ligações não havia sido excedido.
     _Por favor, a senhora peça a portabilidade, nem que seja por pouco tempo, porque nós precisamos verificar o sistema e o seu pedido de portabilidade muito poderá nos ajudar.
     Enfim, eu pedi a portabilidade e ficarei aguardando que seja efetivada.
     A empresa para qual o telefone foi mudado já ligou e perguntou sobre a operadora antiga, porque há uma contradição entre o pedido com o nome de uma operadora e o sinal da outra operadora.
     Há mais ou menos dois dias eu passei a conseguir fazer ligações e receber ligações. Não pretendo pagar nada a operadora à qual o telefone não pertence.
     Esse é o tipo de problema que causa fadiga e não se pode culpar ninguém.
     O futuro assusta, visto dessa maneira.    

Um comentário:

lola disse...

Me gustaría acceder a los espacios de mis amigos, pero no hay manera y tampoco creo que ellos puedan acceder al mío, esto es horroroso
No en todos puedo entrar
Un saludo amiga